Notícias | Dia a dia | US Open
Djokovic perde todo o prêmio e deve ser multado
06/09/2020 às 18h53

Com a desclassificação de Djokovic, o espanhol Pablo Carreño Busta chega às quartas

Foto: Andrew Ong/USTA

Nova York (EUA) - Após a desclassificação de Novak Djokovic do US Open, depois de atingir uma bolada em uma árbitra de linha, a organização do torneio emitiu um breve comunicado para explicar como fica a situação do sérvio. Djokovic não recebe pontos no ranking e nem prêmios em dinheiro pela participação no torneio, e ainda fica sujeito a multa, com valor a ser definido.

Já é certo que o número 1 do mundo perde o prêmio de US$ 250 mil pela campanha até as oitavas de final do US Open. Ele também fica sem os 180 pontos no ranking, que faria pelas três vitórias no Grand Slam norte-americano. Djokovic perdia o primeiro set para o espanhol Pablo Carreño Busta por 6/5, quando aconteceu o incidente. Carreño Busta, 27º do ranking, espera pelo vencedor entre Denis Shapovalov e David Goffin.

"De acordo com o livro de regras dos Grand Slam, após suas ações de acertar uma bola perigosa, intencionalmente ou imprudentemente, sem levar em conta as consequências, o árbitro geral do torneio US Open decidiu desclassificar Novak Djokovic do US Open de 2020", diz a nota oficial. "Por ter sido desclassificado, Djokovic perderá todos os pontos ganhos no US Open e perde o prêmio em dinheiro ganho no torneio, além de qualquer ou todas as multas cobradas com relação ao incidente ofensivo".

A regra do tênis prevê a desclassificação sumária nesse tipo de situação. Um caso recente aconteceu com o canadense Denis Shapovalov em partida da Copa Davis em 2017 contra Kyle Edmund. Na ocasião, Shapovalov atingiu acidentalmente o olho do árbitro francês Arnaud Gabas. Brasileiros como Gustavo Kuerten e Teliana Pereira também já acabaram perdendo jogos assim. O próprio Djokovic já havia escapado de uma punição parecida em três ocasiões, em partidas contra Andy Murray, em Roma e em Doha, e uma vez contra Tomas Berdych em Roland Garros.

Comentários