Notícias | Dia a dia | US Open
Serena vence mais uma e terá duelo de campeãs
03/09/2020 às 22h01

Serena agora enfrenta Sloane Stephens na terceira rodada em Nova York

Foto: Darren Carroll/USTA

Nova York (EUA) - Em seu segundo compromisso no US Open, Serena Williams teve alguns altos e baixos na noite desta quinta-feira, mas conseguiu mais uma vitória em sets diretos para avançar na competição. A número 8 do mundo precisou de 1h33 para derrotar a russa Margarita Gasparyan, 117ª colocada, por 6/2 e 6/4

Seis vezes campeã do US Open e dona de 23 títulos de Grand Slam, Serena precisa de apenas mais uma conquista para igualar o recorde de 24 troféus de Margaret Court. Sua próxima adversária é a também norte-americana Sloane Stephens, 39ª do ranking, e vencedora do torneio em 2017. Serena já enfrentou Stephens seis vezes e venceu cinco.

Desde que venceu seu jogo de estreia em Nova York na última terça-feira, Serena é a recordista de vitórias no US Open. Ela já tem 103 triunfos na história do torneio, ficando à frente de Chris Evert que tem 101 no total. Ambas são hexacampeãs do Grand Slam norte-americano.

A vitória em sets diretos também é bastante positiva para Serena depois de ter feito jogos longos nesse retorno ao circuito. Desde que as competições foram retomadas, ela atuou no WTA de Lexington e no Premier de Cincinnati. A veterana de 38 anos fez cinco jogos nesses dois torneios, todos foram ao terceiro set, e ela sofreu duas viradas.

Serena sofreu três quebras na partida
Atuar contra uma das raras jogadoras com backhand de uma mão no circuito exigiu de Serena ser agressiva desde os primeiros games. A ex-líder do ranking começou sacando muito bem e tentando dominar as ações do fundo de quadra, enquanto Gasparyan recorria aos slices para quebrar o ritmo. Mas mesmo com o teto fechado no Arthur Ashe Stadium devido à chuva, o que poderia tornar as condições mais rápidas e favoráveis ao seu saque, Serena sofreu três quebras de serviço.

Serena logo abriu 3/0 com uma quebra ainda no início da partida. Em situação confortável no jogo, voltaria a quebrar para fazer 5/1. A norte-americana, então, fez um game muito ruim e não aproveitou a chance de sacar para o set, mas voltou a pressionar o serviço da russa para vencer a parcial. A hexacampeã fez 12 a 6 em winners e terminou o set com apenas três erros não-forçados.

O segundo set foi mais equilibrado, especialmente porque Gasparyan conseguia ser mais consistente defensivamente e conseguia contra-atacar com mais qualidade, oferecendo respostas para as investidas de Serena. Ainda que a norte-americana tenha começado melhor, chegando a fazer 3/1, a russa rapidamente devolveu a quebra, com direito a ótimas passadas e até mesmo um winner de devolução. Além disso, a ex-número 1 tentava encurtar mais pontos e vinha cometendo mais erros.

Em um game de dez minutos, Serena mais uma vez apostou nas devoluções para quebrar o saque de sua adversária e fazer 4/2. Quando parecia encaminhar uma vitória muito tranquila, a norte-americana voltou a oscilar. Foram dois erros e uma dupla-falta no mesmo game, que recolocaram a rival no jogo. Com o placar empatado por 4/4, Serena sofreu muito para confirmar um difícil game de serviço, com direito a um break point salvo com ace. No game seguinte, ela enfim conseguiu mais uma quebra para vencer o jogo.

Comentários