Notícias | Dia a dia | US Open
Pliskova cai para Garcia e adia o sonho do 1º Slam
02/09/2020 às 19h37

Tcheca de 28 anos era a principal cabeça de chave nesta edição do torneio

Foto: Simon Bruty/USTA

Nova York (EUA) - O sonho do primeiro título de Grand Slam foi mais uma vez adiado para Karolina Pliskova. Apesar de ser a principal cabeça de chave do US Open e de atuar em condições de quadra mais rápidas que em anos anteriores, o que favoreceria seu ótimo saque, a tcheca foi eliminada ainda na segunda rodada. A número 3 do mundo perdeu para a francesa Caroline Garcia por 6/1 e 7/6 (7-2) em 1h33 de partida.

Ex-líder do ranking, Pliskova ainda luta por uma conquista inédita de Slam. Sua próxima chance será em Roland Garros, a partir de 27 de setembro. Ela já foi semifinalista no saibro parisiense em 2017. A experiente jogadora tcheca completou 28 anos em março e já esteve muito perto de ganhar um Grand Slam em 2016, quando ficou com o vice-campeonato em Nova York, superada por Angelique Kerber.

Torneio teve apenas quatro top 10
A eliminação de Pliskova também deixa a edição deste ano em Nova York com apenas três top 10: Sofia Kenin, Serena Williams e Naomi Osaka. A chave feminina do US Open sofreu com muitos desfalques de jogadoras que decidiram não viajar para os Estados Unidos em meio ao aumento do número de casos de coronavírus no país e de eventuais restrições no retorno à Europa. As números 1 e 2 do mundo, Ashleigh Barty e Simona Halep e a atual campeã Bianca Andreescu estão entre as desistentes.

Algoz de Pliskova nesta quarta-feira, Garcia já está acostumada a vencer grandes nomes. Só contra a tcheca já é a quarta vitória em sete confrontos. A francesa de 26 anos, e atual 50ª do ranking, já foi número 4 do mundo em 2018, tem sete títulos no circuito e acumula agora 17 vitórias contra top 10. Sua próxima adversária é a norte-americana Jennifer Brady, que venceu a compatriota Catherine Bellis por 6/1 e 6/2.

Pliskova chegou a ter dois set points na segunda parcial
O primeiro set da partida foi muito rápido e amplamente dominado por Garcia. A francesa disparou 15 winners contra apenas um de Pliskova e aproveitou as duas chances de quebra que teve. Por sua vez, a tcheca conseguiu vencer apenas sete dos 17 pontos disputados com seu próprio saque. Ela até foi melhor nas devoluções, chegando a ter três break points, mas Garcia conseguiu manter o serviço.

Garcia ampliou a vantagem no início do segundo set, com mais uma quebra de serviço. Frustrada, Pliskova destruiu uma raquete e foi advertida. A ex-número 1 do mundo não vinha encontrando chances para devolver a quebra de serviço, mas conseguiu o empate no oitavo game depois de dois erros da francesa.

O jogo parecia mudar de figura, especialmente porque Garcia precisou salvar dois set points no saque quando perdia por 5/4. Depois de forçar o tiebreak, a ex-top 10 recuperou a confiança e venceu cinco pontos seguidos para consolidar a vitória. Garcia anotou 30 bolas vencedoras contra apenas 13 de Pliskova e errou 17 vezes, duas a menos que a rival.

Comentários