Notícias | Dia a dia
Carla Suárez é diagnosticada com linfoma de Hodgkin
01/09/2020 às 15h17

Suárez Navarro pretendia encerrar sua carreira profissional justamente neste ano

Foto: Arquivo

Barcelona (Espanha) - A espanhola de 31 anos Carla Suárez Navarro anunciou nesta terça-feira que foi diagnosticada com linfoma de Hodgkin. A ex-top 10 do ranking mundial e atual 71ª colocada explicou ainda que terá que passar por seis meses de quimioterapia.

"Olá a todos. Eu gostaria de avisar a vocês que eu fui diagnosticada há alguns dias com linfoma de Hodgkin", disse Suárez Navarro, em vídeo publicado em seu perfil no Twitter. "Precisarei passar por seis meses de quimioterapia. Estou calma no momento, pronta para enfrentar o que vier. Vejo vocês em breve".

+ Backhand de uma mão é raridade no feminino
+ Ex-top 10, Carla Suárez fará sua última temporada

A experiente jogadora também escreveu uma mensagem: "Tenho que enfrentar uma realidade complicada. Mas é hora de aceitar isso e tentar seguir em frente, contando com os conselhos dos médicos. Sempre com pensamento positivo diante das adversidades", afirma a espanhola.

"A paciência e autoconfiança sempre me guiaram durante a minha carreira. Não é o rival mais fácil de enfrentar. Vou precisar dar o meu melhor", complementou Suárez Navarro, que pretendia encerrar sua carreira profissional justamente nesta temporada.

Duas tenistas já tiveram a doença
O Linfoma de Hodgkin é uma forma de câncer que se origina nos gânglios do sistema linfático, um conjunto composto por órgãos e tecidos responsáveis pela imunidade do organismo.

Segundo informações do site do hospital Albert Einstein, a doença surge quando um linfócito se transforma em uma célula maligna, capaz de crescer descontroladamente e se disseminar para outras partes do corpo. Duas tenistas profissionais já tiveram a doença nos últimos anos e se recuperaram, a russa Alisa Kleybanova e a norte-americana Victoria Duval.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva