Notícias | Dia a dia
Bia e Carol estreiam com vitória em Portugal
01/09/2020 às 10h44

Montemor (Portugal) - A semana começou bem para duas brasileiras que disputam o W25 de Montemor, com vitórias das paulistas Beatriz Haddad Maia e Carolina Meligeni na primeira rodada do torneio português, disputado no saibro e com premiação de US$ 25 mil.

Em seu primeiro jogo no circuito desde a suspensão por doping, Bia retornou com tudo e aplicou ‘pneu’ no primeiro set da partida contra a espanhola Maria Gutierrez Carrasco, fechando o jogo por 2 a 0, com o placar final de 6/0 e 6/3.

"Não esperava ter um início tão bom. Eu estava bem nervosa, no sentido de muitas emoções, desde ontem e dos outros meses que eu fiquei parada", disse Bia após a partida desta terça-feira. "Obviamente eu estava bem animada. É claro que eu já estava treinando e jogando os torneios internos, mas com certeza foi diferente. Foi um frio na barriga. A única que eu pensei foi em chorar de gratidão de fazer o que eu gosto. Acho que isso foi o principal".

Cabeça de chave número 6, Carol fez valer o favoritismo e superou a estreia, mas teve bem mais trabalho para fechar a partida, derrubando a atleta da casa Francisca Jorge em dois sets muito apertados, marcando 7/6 (8-6) e 7/5.

Na segunda rodada, a sobrinha de Fernando Meligeni enfrentará a russa Daria Mishina, atual 410 do mundo, que bateu a francesa Alice Robbe com duplo 6/2. Já a ex-número 58 do mundo medirá forças com a eslovaca Viktoria Marvayova, algoz da cabeça de chave 4 Lou Brouleau. Outra brasileira na chave é a carioca Ingrid Martins, que estreia nesta quarta-feira, contra a anfitriã Maria Inês Fonte.

Laura cai na estreia em Praga
Representante brasileira na chave de duplas do torneio da série 125k da WTA em Praga, Laura Pigossi foi eliminada ainda na rodada de estreia. A paulista de 26 anos e 142ª do ranking atuou ao lado da romena Cristina Dinu. Elas perderam para a britânica Harriet Dart e a sueca Cornelia Lister por 6/2, 6/7 (5-7) e 10-2.

Apesar da derrota, a parceria entre Pigossi e Dinu divide o prêmio mínimo do torneio de US$ 17 mil. Toda a premiação do torneio em Praga é paga pela USTA, como forma de compensação pela não realização do quali do US Open e a redução no número de jogadoras nas duplas em Nova York.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva