Notícias | Dia a dia
Osaka não disputa final e concede título a Azarenka
29/08/2020 às 11h04

Azarenka volta a conquistar um título depois de quatro anos e voltará ao top 30 do ranking

Foto: WS Open/Divulgação

Nova York (EUA) - A japonesa Naomi Osaka não vai disputar a final do WTA Premier de Cincinnati, que estava marcada para o meio-dia (de Brasília) deste sábado. Dessa forma, ela concede o título para a bielorrussa Victoria Azarenka, ex-líder do ranking e atual 59ª do ranking.

É o segundo título de Cincinnati na carreira de Azarenka, que já havia vencido o torneio em 2013 e o 21º na carreira. Aos 31 anos, a bielorrussa também vence seu primeiro torneio desde o nascimento do filho, Leo, em dezembro de 2016. Com a conquista, ela faz 900 pontos no ranking e assume a 27ª posição, melhor marca desde que se tornou mãe.

+ Osaka: 'Queria criar consciência na bolha do tênis'
+ 'Jogo mudou desde quando fui nº 1', diz Azarenka
+ Osaka é mantida na chave de Cincy e joga na sexta

Desta vez, a decisão de Osaka não tem a ver com os protestos que ela liderou contra o racismo e a violência policial nos Estados Unidos. Na última quarta-feira, ela havia dito que deixaria o torneio antes da semifinal contra Elise Mertens, mas entrou em acordo com a direção do evento e a WTA, que cancelaram toda a rodada e mantiveram seu nome na chave para que ela jogasse na sexta-feira. Ela venceu a semifinal contra Mertens por 6/2 e 7/6 (7-5).

A razão da da desistência da final foi uma lesão no tendão da coxa esquerda que ela sentiu durante seu último jogo. "Lamento ter que desistir hoje devido a uma lesão", disse Osaka, por meio de um comunicado. "Eu senti lesão no meu tendão esquerdo ontem no tiebreak do segundo set e ele não se recuperou durante a noite como eu esperava. Esta foi uma semana emocionante e quero agradecer a todos pela demonstração de apoio".

Osaka agora tenta se recuperar a tempo para estrear no US Open. A ex-número 1 do mundo e atual décima colocada já joga na segunda-feira à noite contra a também japonesa Misaki Doi. Já Azarenka enfrentará a austríaca Barbara Haas apenas na terça.

A direção do torneio também fez uma pequena mudança na programação deste sábado. A final de duplas femininas, com a veteraníssima tcheca de 45 anos Kveta Peschke e a holandesa Demi Schuurs contra a norte-americana Nicole Melichar e a chinesa Yifan Xu foi transferida para o Louis Armstrong Stadium. O jogo começa ao meio-dia.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva