Notícias | Dia a dia
USTA promove WTA em Praga, Gabriela Cé joga
28/08/2020 às 15h49

Gabriela Cé já recebe US$ 11 mil pela participação no torneio na República Tcheca

Foto: Arquivo

Praga (República Tcheca) - Duas semanas depois que Praga recebeu um torneio da WTA, que terminou com o título da número 2 do mundo Simona Halep, a capital tcheca é palco de mais um torneio feminino, desta vez da série 125k (equivalente a um challenger). A competição surgiu como uma parceria entre a própria WTA e a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA), que vai distribuir um prêmio de US$ 3 milhões durante o torneio.

A competição atraiu 128 jogadoras, incluindo muitos nomes que disputariam o quali do US Open. Vale destacar que o Grand Slam nova-iorquino deste ano não teve as três rodadas da fase prévia, como forma de reduzir o número de jogadores circulando pelo complexo em Nova York. Isso também possibilitou que o Masters 1000 e o WTA Premier de Cincinnati fossem movidos para lá nesta semana.

A número 1 do Brasil Gabriela Cé é uma das jogadoras que vão atuar em Praga. A gaúcha de 27 anos e 223ª do ranking estreia contra a jovem norte-americana de 18 anos e 350ª colocada Katie Volynets. Quem vencer encara na segunda rodada a norte-americana Grace Min ou a turca Cagla Buyukakcay, cabeça 27.

Jogadoras experientes do circuito estão na chave do torneio. São os casos da romena Monica Niculescu (cabeça 1 do evento e 138ª do ranking), além da espanhola Lara Arruabarrena, da italiana Sara Errani, da alemã Sabine Lisicki e da canadense Eugenie Bouchard.

A campeã do torneio vai receber um prêmio de US$ 48 mil e 160 pontos no ranking da WTA, enquanto a vice ganha US$ 43 mil e 95 pontos. O prêmio mínimo da primeira rodada é de US$ 11 mil e 2 pontos no ranking para todas as jogadoras. Quem passar pela estreia já fatura 20 pontos e US$ 18 mil.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva