Notícias | Dia a dia
Azarenka é finalista e tenta 1º título em 4 anos
28/08/2020 às 14h43

Os últimos títulos de Azarenka foram conquistados nos torneios de Indian Wells e Miami em 2016

Foto: WS Open/Divulgação

Nova York (EUA) - Com uma incrível semana no WTA Premier de Cincinnati, Victoria Azarenka conseguiu sua quinta vitória consecutiva e garantiu lugar na final da competição. A experiente jogadora de 31 anos e ex-número 1 do mundo venceu a britânica Johanna Konta, número 15 do mundo, por 4/6, 6/4 e 6/1 em 2h19 de partida. Antes do torneio, ela sequer havia vencido jogos este ano.

Vencedora de 20 torneios da WTA em sua carreira profissional, Azarenka foi campeã pela última vez em março de 2016, quando venceu de forma consecutiva os fortíssimos torneios de Indian Wells e Miami. Semanas depois, ela anunciou que estava grávida e fez uma pausa na carreira. Desde que voltou a jogar, só conseguiu uma final no WTA de Monterrey no ano passado.

+ Osaka vence após protesto e vai à final de Cincinnati
+ Azarenka vence a quarta seguida e faz semi em NY
+ Circuito profissional tem 12 jogadoras que já são mães

Atualmente na 59ª posição do ranking mundial, Azarenka já está saltando para o 35º lugar com os 585 pontos conquistados. Se a bielorrussa for campeã, fará 900 pontos e assumirá a 27ª colocação. Sua próxima rival é a japonesa Naomi Osaka, número 10 do ranking, que venceu a belga Elise Mertens por 6/2 e 7/6 (7-5). Osaka lidera o histórico contra Azarenka por 2 a 1.

A bielorrussa já foi campeã nas quadras de Cincinnati em 2013, quando bateu Serena Williams na final. O torneio deste ano, entretanto, foi transferido para Nova York como forma de reduzir os deslocamentos dos jogadores às vésperas do US Open. O Grand Slam norte-americano começa na próxima segunda-feira.

Azarenka foi a única a quebrar Konta no torneio
Antes dessa semifinal, as duas jogadoras não haviam perdido sets no torneio. Além disso, Konta sequer teve seu serviço quebrado nas rodadas anteriores. O bom desempenho da britânica no saque continuou durante o primeiro set desta sexta-feira, quando enfrentou apenas um break point, mas depois disso Azarenka encaixou boas devoluções e conseguiu outros nove break points e cinco quebras.

Konta conseguiu a única quebra do set inicial e era a jogadora mais agressiva em quadra, liderando a estatística de winners por 10 a 6. Ela voltaria a pressionar o saque de Azarenka e chegou a ter seis set points quando vencia por 5/3. A bielorrussa conseguiu manter o game de serviço, mas não evitou a perda do set. As duas jogadoras cometeram um total de seis erros não-forçados no set.

Aos poucos, Azarenka começou a encaixar boas devoluções com o backhand e passou a pressionar mais o serviço da britânica. O segundo set teve altos e baixos, mas a ex-número 1 conseguiu três quebras, contra duas da rival. A pressão exercida por Azarenka continuou no terceiro set, mas desta vez ela sequer teve o serviço ameaçado, cedendo apenas cinco pontos no saque. Com duas novas quebras, ela consolidou a virada para chegar à final. Konta liderou a estatística de winners por 29 a 26 e terminou o jogo com 14 erros contra 12 de Azarenka.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva