Notícias | Dia a dia
Osaka vence após protesto e vai à final de Cincinnati
28/08/2020 às 14h19

Nova York (EUA) - Depois de iniciar o protesto que paralisou o torneio de Cincinnati por um dia, fazendo com que a rodada de quinta-feira não acontecesse, a japonesa Naomi Osaka mostrou força na volta da competição e bateu a belga Elise Mertens para se classificar para a final, derrubando sua adversária desta sexta-feira com parciais de 6/2 e 7/6 (7-5), em 2h03 de jogo.

Na decisão, a ex-número 1 do mundo enfrentará a vencedora da outra semifinal que tem de um lado a bielorrussa Victoria Azarenka e a britânica Johanna Konta. Osaka leva vantagem nos duelos com a bielorrussa (2 a 1), mas ainda não sabe o que é vencer a britânica, tendo perdido os três embates anteriores.

+ Osaka é mantida na chave de Cincy e joga na sexta
+ Rodada desta quinta-feira em Cincy é cancelada
+ Osaka boicota semi em protesto contra o racismo

Japonesa enfrentou 21 break points e salvou 18
Osaka largou bem na partida, conseguiu uma quebra prematura logo no segundo game e em seguida salvou três break-points para abrir 3/0. A japonesa ampliou a vantagem com novo break no sexto game, sacando em 5/1 para fechar. Foi então que Mertens esboçou reação, devolveu uma das quebras, mas logo em seguida perdeu o saque mais uma vez e assim o set.

Como na parcial anterior, a japonesa obteve novo break no começo e chegou a ter 2/0 e saque, quando então veio a reviravolta de Mertens, que com duas quebras seguidas se colocou em vantagem com 4/2. Osaka deixou tudo igual no oitavo game e no tiebreak fez valer o favoritismo para seguir adiante no torneio.

Embora tenha colocado menos da metade dos primeiros serviços em quadra (49,5%), Osaka conseguiu terminar a partida com aproveitamento superior ao da rival nos pontos com o saque (56% contra 54%). Seu desempenho nos break-points fez a diferença, salvando 18 em 21, ao passo que Mertens salvou apenas quatro em nove. Osaka liderou a contagem de winners por 30 a 27 e terminou o jogo com 27 erros contra 30 de sua rival.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva