Notícias | Dia a dia
Osaka é mantida na chave de Cincy e joga na sexta
27/08/2020 às 13h29

Japonesa explicou que cancelamento da rodada e apoio das entidades à causa foram suficientes

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Um dia depois de Naomi Osaka anunciar que não disputaria a semifinal do WTA Premier de Cincinnati, como forma de protesto contra o racismo e a violência policial nos Estados Unidos, e de organização do torneio cancelar toda a rodada desta quinta-feira em apoio à causa, a japonesa foi mantida na chave. Ela jogará na sexta-feira, ao meio-dia (de Brasília) contra a belga Elise Mertens pela semifinal da competição.

"Como vocês sabem, eu decidi abandonar o torneio ontem como forma de protesto contra a injustiça racial e a contínua violência policial. Eu estava (e ainda estou) pronta e preparada para conceder a vitória para a minha adversária", disse Osaka, por meio de um comunicado oficial.

+ Semis de Cincy começam ao meio-dia, Djoko fecha
+ Rodada desta quinta-feira em Cincy é cancelada
+ Osaka boicota semi em protesto contra o racismo

"Entretanto, depois do meu anúncio e de uma longa conversa com a WTA e a USTA, eu aceitei o pedido deles para jogar na sexta-feira. Eles me ofereceram cancelar todas as partidas até sexta e, para mim, isso traz mais atenção ao movimento. Eu gostaria de agradecer à WTA e ao torneio pelo apoio", complementou a jogadora de 22 anos e número 10 do mundo.

Todos os jogos desta quinta-feira foram transferidos para sexta. Além da partida entre Osaka e Mertens, a britânica Johanna Konta encara a bielorrussa Victoria Azarenka na outra semifinal. Já no Masters 1000 da ATP, Novak Djokovic enfrenta o espanhol Roberto Bautista Agut, enquanto o grego Stefanos Tsitsipas joga contra o canadense Milos Raonic.

Protestos começaram na NBA e demais esportes seguiram
Os protestos começaram após a repercussão do caso do homem de 29 anos Jacob Blake que foi baleado pelas costas sete vezes por um policial branco durante uma abordagem em Kenosha, no estado do Wisconsin. O time de basquete local, o Milwaukee Bucks, decidiu boicotar a partida que faria contra o Orlando Magic pelos playoffs da NBA nesta quarta-feira. A iniciativa foi apoiada pelos adversários e pelas demais equipes da liga, que cancelou toda a rodada. Equipes de beisebol e do futebol fizeram o mesmo ao longo do dia.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva