Notícias | Dia a dia
Djokovic se impõe e chega à semi com autoridade
26/08/2020 às 17h51

Nova York (EUA) - Em seu terceiro compromisso no Masters 1000 de Cincinnati, Novak Djokovic anotou uma vitória convincente e garantiu seu lugar na semifinal da competição. O númeor 1 do mundo precisou de apenas 1h02 para vencer o alemão Jan-Lennard Struff, 34º colocado, por 6/3 e 6/1.

Djokovic tem um título em Cincinnati, conquistado em 2018. O torneio deste ano, entretanto, foi transferido para Nova York para que os tenistas não tenham que se deslocar tanto e fiquem menos expostos ao coronavírus antes do US Open. O Grand Slam norte-americano começa na próxima segunda-feira no mesmo complexo.

Esta é a 21ª vitória de Djokovic na temporada. O sérvio de 33 anos ainda não perdeu em 2020. Ele ajudou seu país a vencer a ATP Cup e também foi campeão do Australian Open e do ATP 500 de Dubai. Depois disso, a temporada ficou suspensa por cinco meses pela pandemia da Covid-19, doença que infectou até mesmo o próprio Djokovic, além da esposa Jelena e do técnico Goran Ivanisevic.

O próximo jogo de Djokovic no torneio será contra o espanhol Roberto Bautista Agut, número 12 do mundo, que mais cedo bateu o atual campeão Daniil Medvedev por 1/6, 6/4 e 6/3. O sérvio já enfrentou Bautista Agut em onze oportunidades e lidera o retrospecto por 8 a 3.

Alemão vive sua melhor fase
Superado por Djokovic nesta quarta-feira, Struff vive o melhor momento da carreira. O experiente alemão de 30 anos atingiu seu recorde pessoal no ranking em julho do ano passado, quando ocupou o 33º lugar. Na última terça-feira, eliminou o número 10 do mundo David Goffin e a campanha deve levá-lo ao top 30.

Nos últimos anos Struff tem conseguido combinar um saque forte e sua habilidade junto à rede com muita consistência do fundo de quadra. O alemão já acumula oito vitórias contra top 10 na carreira, sendo cinco delas no ano passado.

Sérvio aproveitou a chance no 1º set e dominou o 2º
Djokovic já começou a partida sendo muito firme nas trocas de fundo e conseguiu uma quebra logo cedo, no único break point que teve, aproveitando-se de um game em que Struff colocou poucos primeiros serviços em quadra. O sérvio fez 3/1 e soube administrar a vantagem até o fim do primeiro set, já que não enfrentou break points e cedeu apenas seis pontos em seus games de serviço. Ainda que Struff tenha feito um winner e mais, 8 a 7, Djokovic cometeu só seis erros contra 13 do rival.

O segundo set foi de amplo domínio de Djokovic. Logo de cara, o número 1 do mundo conseguiu uma quebra em um game com três duplas-faltas de Struff. O alemão só colocou 38% de primeiros serviços em quadra e foi constantemente ameaçado. Djokovic ainda conseguiria mais duas quebras para abrir 5/0 no placar. Sacando para o jogo, o sérvio sofreu a única quebra na partida, mas conseguiu definir o jogo no game seguinte. Djokovic fez 17 a 11 em winners, e cometeu 12 erros contra 27 do alemão.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva