Notícias | Dia a dia
Após vencer a segunda, Medvedev diz ver evolução
26/08/2020 às 08h49

Nova York (EUA) - Se depois de sua estreia no Masters 1000 de Cincinnati o russo Daniil Medvedev não saiu tão contente de quadra, apesar da vitória, alegando que ainda precisava melhorar muitas coisas, o discurso não foi o mesmo após o segundo triunfo na competição. Desta vez, o número 5 do mundo saiu mais satisfeito com seu desempenho.

“Devolvi muito melhor do que ontem e estava mais sólido da linha de base, mantive os meus serviços e não fui quebrado”, analisou o atual campeão do torneio depois de bater o esloveno Aljaz Bedene em sets diretos, com duplo 6/3 anotado em 68 minutos de jogo.

“Vencer por este placar e com bastante facilidade contra o Aljaz é um grande desafio, me acostumei melhor com as condições hoje. Não foi fácil para ele porque já era seu sexto jogo e eu apenas aproveitei minhas chances. Sinto que as quadras estão extremamente rápidas este ano”, comentou o tenista de 24 anos.

O russo ainda enalteceu o trabalho diário com seu treinador para evoluir. “É claro que não consigo melhorar a cada dia, mas trabalho para isso. Quero alcançar todo o meu potencial e ainda não sei até onde posso chegar. Tento sempre jogar o melhor que posso e busco evoluir numa totalidade, embora algumas vezes trabalhe em algo específico”, disse Medvedev.

Seu próximo adversário será o espanhol Roberto Bautista, que derrotou o também russo Karen Khachanov nas oitavas. “Ele é um jogador incrível, vai ser meu adversário de melhor ranking até então”, analisou Medvedev, que perdeu o único duelo que teve até então com o espanhol, na final do ATP 250 de Chennai em 2017.

Comentários
Loja - camisetas
Tennis Camp