Notícias | Dia a dia
Serena perde chances e leva a virada de Sakkari
26/08/2020 às 00h14

Embed from Getty Images

Nova York (EUA) - Depois de ter feito três jogos longos pelo WTA de Lexington há duas semanas e de precisar de quase três horas para superar a estreia no Premier de Cincinnati, Serena Williams esteve muito perto de conseguir uma vitória mais tranquila, mas foi eliminada nas oitavas de final. A número 9 do mundo chegou a sacar para o jogo no segundo set, mas foi eliminada pela grega Maria Sakkari por 5/7, 7/6 (7-5) e 6/1 em 2h11 de partida.

Em uma noite com muitos altos e baixos, Serena terminou o jogo com 25 bolas vencedoras e 58 erros não-forçados, enquanto Sakkari fez 27 winners e 43 erros. A grega criou 19 break points e quebrou cinco vezes o saque de Serena. 

Excepcionalmente este ano, o torneio de Cincinnati foi transferido para o complexo Billie Jean King em Nova York. A ideia dos organizadores é reduzir os deslocamentos dos tenistas e criar uma 'bolha sanitária' antes do US Open, que começa na próxima segunda-feira. Serena tenta recuperar a confiança em busca do tão sonhado 24º título de Grand Slam.

Serena ficou seis meses sem jogar. A temporada ficou cinco meses suspensa pela pandemia da Covid-19 e a veterana de 38 anos preferiu não participar de exibições nesse período de paralisação do circuito. Antes de retomar a rotina de competições há duas semanas, ela não jogava desde fevereiro, quando disputou a Fed Cup. O ano havia começado com boas notícias para Serena, que foi campeã em Auckland, vencendo seu primeiro título desde que se tornou mãe.

Algoz de Serena nesta terça-feira, Sakkari está com 25 anos e marcou sua nona vitória contra top 10. A grega ocupa o 21º lugar do ranking, uma posição abaixo da melhor marca da carreira. Ela tem apenas um título de WTA, obtido no saibro de Rabat, no ano passado, e foi finalista em San Jose em 2018. Ela é filha da ex-jogadora profissional Angeliki Kanellopoulou, que chegou ao 43º lugar do ranking. Sua próxima adversária é a britânica Johanna Konta, número 15 do mundo.

Serena teve altos e baixos e contestou marcação da árbitra
O início de partida foi bom para Serena Williams, que conseguia comandar os pontos do fundo de quadra graças a seu ótimo desempenho no saque e da potência de seus golpes. A norte-americana chegou a liderar o set inicial por 4/1 e teve mais um break point para ampliar a diferença, mas não aproveitou.

Sacando para o set, quando vencia por 5/3, Serena teve o serviço quebrado. Antes do break point, o único que enfrentou na parcial, ela foi advertida pela árbitra francesa Aurélie Tourte por ter estourado o tempo antes de sacar. Após o game, argumentou que só demorou porque tinha ido até a toalha no ponto anterior e que costuma repor rapidamente a bola em jogo. A árbitra disse entender a colocação de Serena, mas que não poderia dar um chamado 'soft-warning' (quando o jogador é avisado uma vez, antes de ser formalmente advertido) naquela situação.

De volta ao jogo, a norte-americana fez dois bons games e se aproveitou de uma momentânea queda de intensidade de Sakkari para voltar a quebrar e fechar o primeiro set. Serena tinha 7 a 4 em winners e já estava com 15 erros contra 18 da rival.

Sakkari conseguiu uma quebra de serviço logo na abertura do segundo set e chegou a liderar por 3/1, quando Serena voltou a jogar bem do fundo de quadra e conseguiu vencer quatro games seguidos para fazer 5/3. Mas a norte-americana oscilou de novo e foi quebrada quando sacava para o jogo.

No tiebreak, a norte-americana chegou a liderar por 4-1, mas cometeu erros que permitiram o empate. Sakkari, então, encaixou bons saques e disparou mais dois winners para vencer o set. A parcial teve estatísticas equilibradas, com 13 a 12 em winners para a grega.

Com evidentes sinais de desgaste e falta de confiança, Serena tentou encurtar ao máximo os pontos no terceiro set e cometia cada vez mais erros não-forçados. Não faltou luta à norte-americana, que salvou oito break points em seu primeiro game de serviço, antes que Sakkari conseguisse a quebra. A grega ainda ampliaria a vantagem dois games mais tarde e chegou a liderar por 5/0. A ex-líder do ranking chegou a salvar sete match points no fim do jogo e confirmar o game de serviço, mas não evitou a eliminação precoce.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva