Notícias | Dia a dia
Ranking é retomado e Djoko se aproxima de Sampras
24/08/2020 às 09h15

Miami (EUA) - Após 22 semanas de congelamento, o ranking da ATP voltou a ser computado nesta segunda-feira com o sérvio Novak Djokovic somando mais uma semana na ponta. Ele agora tem 283 semanas como número 1 e se aproxima cada vez mais da marca de 286 semanas do norte-americano Pete Sampras.

Com a mudança na contagem dos pontos neste período pós-paralisação, Djokovic tem garantida a liderança pelo menos até Roland Garros e fatalmente ultrapassará Sampras, se tornando o segundo maior líder da história da ATP. Depois ele tentará superar o recorde de 310 semanas que pertence ao suíço Roger Federer.

A ausência do espanhol Rafael Nadal nos torneios norte-americanos deixa o espanhol fora da briga pela ponta pelo menos até o Grand Slam francês, já que não conseguirá somar um ponto sequer nesse período. O austríaco Dominic Thiem e o grego Stefanos Tsitsipas são as principais ameaças ao sérvio.

Para alcançar o recorde de Federer o mais rápido possível, o tenista de Belgrado precisa se manter como número 1 do mundo até o ranking divulgado no dia 1º de março, quando igualará as 310 semanas do suíço. Caso continue na ponta, ‘Nole’ conseguirá enfim se tornar o maior líder da história no dia 8 de março.

Veja como está o ranking de semanas na liderança da ATP

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva