Notícias | Dia a dia
Thiem minimiza ausências: 'título vale a mesma coisa'
22/08/2020 às 09h30

Dominic Thiem será o cabeça 2 tanto no Masters como no US Open e assim chance de título aumenta

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Segundo principal favorito para ganhar os torneios de Flushing Meadows, o austríaco Dominic Thiem não dá bola para os desfalques da chave masculina. Mesmo sem Rafael Nadal e Roger Federer, o número 3 do ranking garante que títulos terão valor idêntico ao de outras edições.

"Tudo está um tanto diferente, mas quem ganhar cada torneio é porque mereceu", afirmou Thiem em entrevista coletiva. "Não quero falar sobre quem veio ou quem faltou, o sorteio não é o mais importante. Se você olhar a chave do Masters, ela segue sendo muito forte".

Sobre a bolha sanitária feita no complexo para dar tranquilidade aos tenistas e acompanhantes, o austríaco se mostrou satisfeito. "Este lugar é mais seguro neste momento do que qualquer outro lugar do planeta", avaliou. "Não me sinto nervoso nem assustado por ter vindo para cá".

A ausência de público será um teste para todos os jogadores. "Isso será mais difícil. Disputar um quinto set na rodada noturna da Arthur Ashe depois da meia noite é um momento em que você recebe uma energia forte do público. É uma atmosfera que te dá forças. Desta vez, jogaremos somente com o treinador na arquibancada, será muito mais solitário, mas também uma experiência interessante. As condições serão iguais para todos. Quem manejar melhor essas novas circunstâncias terá vantagem e provavelmente levantará o troféu".

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva