Notícias | Dia a dia
Monteiro: 'Felizmente, o estiramento não é grave'
21/08/2020 às 18h55

Nova York (EUA) - Depois de abandonar sua partida pela rodada final do qualificatório do Masters 1000 de Cincinnati, Thiago Monteiro passou por exames nesta sexta-feira. O número 1 do Brasil e 82º do mundo revelou que teve um estiramento no adutor da coxa direita, mas explica que o problema não irá comprometer sua preparação para o US Open, que começa em dez dias.

"Tive que abandonar a partida depois de sentir um estiramento no adutor direito", disse Monteiro, que perdia por 6/4 e 2/1 para o jovem finlandês Emil Ruusuvuori, quando precisou deixar a quadra nesta sexta-feira em Nova York. Este ano, o Masters de Cincinnati foi transferido de sede para a criação de uma bolha sanitária antes do Grand Slam norte-americano.

"Fiz alguns exames e, felizmente, não foi nada grave e nem uma ruptura total. Dentro de três ou quatro dias, já posso fazer tudo normal e estarei recuperado para o US Open", complementou o jogador de 26 anos, que fará sua terceira participação em Nova York e busca uma vitória inédita. Ele já disputou oito chaves principais de Grand Slam e conseguiu duas vitórias, uma em Roland Garros e outra em Wimbledon.

"Foi do nada. Eu estava jogando normal. Mas, em uma bola específica senti a perna travar", explicou o cearense, que sentiu o incômodo na perna direita quando tentava buscar bola longa no seu backhand. "É uma pena. Eu vinha jogando bem, estava animado, mas é só o começo de uma retomada do circuito".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG