Notícias | Dia a dia
Clijsters sente lesão e desiste do Premier em NY
21/08/2020 às 13h33

A belga agora tenta se recuperar a tempo para a disputa do US Open

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Convidada para a disputa do WTA Premier 5 de Cincinnati, Kim Clijsters anunciou sua desistência do torneio que começa no sábado. A belga sentiu uma lesão abdominal e agora tenta se recuperar a tempo para jogar o US Open, que começa daqui a dez dias. Clijsters enfrentaria a norte-americana Jennifer Brady, 40ª do ranking e campeã em Lexington no último domingo, que agora pode enfrentar uma atleta do quali ou uma lucky-loser.

Excepcionalmente este ano, o Premier de Cincinnati está acontecendo em Nova York. A medida visa reduzir deslocamentos das tenistas e criar uma bolha sanitária que minimize o risco de transmissão do coronavírus antes do Grand Slam norte-americano.

Clijsters, de 37 anos, está voltando ao circuito profissional nesta temporada depois de ficar quase oito anos afastada. No início do ano, antes da paralisação da temporada pela pandemia da Covid-19, a belga jogou em Dubai e em Monterrey, mas teve estreias duras contra as top 20 Garbiñe Muguruza e Johanna Konta. Para recuperar ritmo, disputou exibições nas últimas semanas e teve bom desempenho.

"Agradeço ao torneio pela oportunidade. Tenho ótimas lembranças de jogar em Cincinnnati e estava ansiosa pelo torneio deste ano. É uma pena que eu tenha que desistir depois de ter conversado com os médicos e com a minha equipe. Eu preciso de mais tempo para recuperação", disse Clijsters, por meio de um comunicado.

"Eu agradeço por estar na 'bolha' e vou continuar me preparando com a minha equipe no Billie Jean King National Tennis Center", acrescentou a ex-líder do ranking. "Agradeço à equipe do torneio, à WTA e à USTA por todos os esforços para realizar esses eventos. Eles trabalharam muito para criar uma ótima experiência e criar um espaço seguro para os jogadores".

Veja como ficou a chave após a desistência.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva