Notícias | Dia a dia
Pella e Dellien ainda têm chance de jogar o US Open
21/08/2020 às 10h32

Nova York (EUA) - Cortados do Masters 1000 de Cincinnati após o teste positivo do preparador físico de ambos, o argentino Guido Pella e o boliviano Hugo Dellien ganharam o apoio do sérvio Novak Djokovic, que tentou colocá-los de volta na competição e chegou a organizar um abaixo-assinado, mas que acabou não conseguindo reverter a decisão dos organizadores.

Contudo, a atitude do número 1 do mundo, que também é o presidente do Conselho dos Jogadores, pode ter ajudado os sul-americanos a disputar o US Open, uma vez que agora a USTA montou um esquema para ajudar os dois a manterem a forma neste período em que ficarão sob rígida observação.

Ainda que não tenham garantia alguma de que possam jogar o Grand Slam norte-americano, Pella e Dellien poderão treinar em quadras completamente isoladas se o teste PCR ao qual serão submetidos mais uma vez, a quarta desde que chegaram em Nova York, for negativo. Por enquanto eles seguem cumprindo o isolamento de 14 dias na bolha da USTA.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva