Notícias | Dia a dia
Pentacampeões, irmãos Bryan não jogam o US Open
19/08/2020 às 16h07

Irmãos Bryan não estão inscritos e também não solicitaram convite

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Parceria mais vitoriosa na história do tênis profissional, os irmãos Bob e Mike Bryan não vão disputar o US Open. Os gêmeos, que completaram 42 anos em abril, não aparecem na lista de inscritos para o Grand Slam norte-americano, que começa em 31 de agosto, e tampouco solicitaram convites para a organização.

Os irmãos Bryan pretendiam encerrar a carreira justamente no US Open deste ano, mas a paralisação do circuito por cinco meses pela pandemia da Covid-19 e a perspectiva de um retorno sem torcedores nos estádios fizeram que eles repensassem a turnê de despedida dos fãs. Juntos, os irmãos venceram 16 Grand Slam e cinco títulos do US Open. O destro Mike Bryan ainda tem dois Slam a mais em 2018, um deles em Nova York, ao lado de Jack Sock, quando o canhoto Bob estava se recuperando de lesão no quadril.

+ Irmãos Bryan podem repensar turnê de despedida
+ Melo, Soares, Demoliner e Stefani jogam o US Open
+ Chave de duplas do US Open valerá menos pontos

O início da temporada vinha sendo positivo para os ex-líderes do ranking de duplas. Apesar da eliminação nas oitavas de final do Australian Open, eles conquistaram o 119º título juntos em Delray Beach. A dupla norte-americana também se despediu da torcida na Copa Davis vencendo o confronto diante do Uzbequistão no Havaí.

Colombianos lideram a lista de inscritos
A lista de inscritos para o US Open é liderada pelos colombianos Robert Farah e Juan Sebastian Cabal, atuais campeões do torneio. O brasileiro Marcelo Melo e o polonês Lukasz Kubot deverão ser os cabeças de chave número 2. Além de Melo, o tênis brasileiro ainda tem Bruno Soares (ao lado do croata Mate Pavic) e Marcelo Demoliner (com o holandês Matwe Middelkoop). 

Entre os favoritos, também aparecem Rajeev Ram/Joe Salisbury, Ivan Dodig/Filip Polasek e a parceria campeã de 2017 formada pelo holandês Jean-Julien Rojer e o romeno Horia Tecau.  Outro bom nome é Jack Sock, que jogará ao lado de Jackson Withrow. Os últimos a entrar diretamente são o sérvio Nikola Cacic e o indiano Divij Sharan. Já o dinamarquês Frederik Nielsen e o alemão Tim Puetz são os primeiros na lista de espera.

Os quatro foram convites para duplas da casa: Chris Eubanks/Mackenzie McDonald, Ernesto Escobedo/Noah Rubin, Nicholas Monroe/Nathaniel Lammons e os irmãos Ryan e Christian Harrison.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva