Notícias | Dia a dia
Panatta: 'Ir ao US Open é loucura, Nadal fez o certo'
19/08/2020 às 09h46

Roma (Itália) - O italiano Adriano Panatta apoiou a decisão do espanhol Rafael Nadal de não disputar o US Open neste ano. Em entrevista ao Il Foglio, o campeão de Roland Garros em 1976 não escondeu suas dúvidas sobre a realização do Grand Slam norte-americano, questionando não apenas a saúde, mas também a condição física que terão os jogadores.

“Reitero que, na minha opinião, ir ao US Open neste ano é uma loucura. Obviamente todos são livres para fazer o que quiserem, mas acho que não há condições mínimas para entrar em quadra com a serenidade adequada”, afirmou o italiano, que defendeu a decisão tomada pelo canhoto de Mallorca de não jogar em Nova York.

“Ele fez a coisa certa. Imagino que haja muitos jogadores que não se sintam bem em jogar depois de ficarem afastados por tanto tempo. Em alguns casos ter cuidado é o melhor, pois o risco de se machucar é alto”, analisou Panatta.

A lenda do tênis italiano ainda refletiu sobre o grande número de tenistas de peso e garantiu que isso diminuirá o impacto do torneio deste ano na história. “É claro que tantas ausências tornam esta edição menos fascinante e provavelmente menos relevante”, observou.

“O US Open sempre foi muito importante, mas com tantas desistências é normal que aqueles que decidiram participar tenham uma chance melhor. Por isso acho que os resultados estarão comprometidos por causa desta situação”, complementou Panatta.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva