Notícias | Dia a dia
Masters nova-iorquino começa a ganhar forma
16/08/2020 às 14h53

As quadras Grandstand, 10, e 17 serão as principais do torneio preparatório para o US Open

Foto: Divulgação

Nova York (EUA) - Principal competição preparatória para o US Open, o Aberto de Cincinnati começa a ganhar forma na temporada. Excepcionalmente este ano, o evento que reúne um Masters 1000 da ATP e um WTA Premier 5 será disputado em Nova York como forma de reduzir deslocamentos e minimizar o risco de transmissão do coronavírus. O quali começa na quinta-feira, dia 20 de agosto, e a chave principal no sábado, dia 22.

Sem a presença de público, o torneio terá como principal arena a quadra Grandstand do Billie Jean King National Tennis Center. Já as quadras 10 e 17 serão as outras duas com estrutura para transmissão de TV. Principais estádios do US Open, o Arthur Ashe e o Louis Armstrong não serão utilizados no evento preparatório, apenas no Grand Slam, que começa no dia 31.

+ US Open e Cincinnati serão confirmados pela USTA
+ Sem público, Masters nova-iorquino reduz premiação
+ Masters nova-iorquino define programação

Segundo os organizadores, o torneio vai usar dez quadras. Além das três que comportam transmissões, serão utilizadas as quadras externas 7, 8, 9, 11, 12, 14 e 15. As finais de duplas serão na quadra 10. Todas essas arenas serão decoradas com a identidade visual do torneio de Cincinnati. Até mesmo as redes utilizadas respeitarão os padrões da ATP e da WTA, em vez do modelo usado no US Open.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva