Notícias | Dia a dia
Halep anuncia na 2ª se jogará ou não o US Open
16/08/2020 às 13h32

Romena já havia avisado que a decisão só seria tomada após o torneio de Praga

Foto: Jimmie48/WTA

Praga (República Tcheca) - Depois de conquistar o título do WTA de Praga, Simona Halep foi logo perguntada se irá ou não disputar o US Open. A número 2 do mundo havia dito que iria se decidir após o torneio tcheco e explicou que fará o anúncio nesta segunda-feira. Por ora, ela segue inscrita para o Grand Slam nova-iorquino, que começa em 31 de agosto, mas cinco integrantes do top 10 já desistiram da competição.

"Na segunda-feira eu darei uma resposta, então temos que esperar até amanhã. Agora é muito cedo para tomar uma decisão, eu quero apenas aproveitar essa vitória e depois vou pensar e falar sobre o US Open", disse Halep, ainda em quadra, após a vitória por 6/2 e 7/5 sobre Elise Mertens na final de Praga.

"Tive uma ótima semana, ainda que meu tênis não estivesse no nível mais alto. Estou feliz por voltar às quadras depois dessa longa pausa no circuito", comenta a romena, que estava há seis meses sem jogar e venceu os cinco jogos que fez nesta semana. "O diretor do torneio fez um ótimo trabalho aqui, junto com os patrocinadores, as condições eram ótimas. Tenho que agradecer a todos e talvez eu volte no ano que vem".

+ Halep é campeã em Praga e conquista 21º título
+ Bencic é a quinta top 10 a desistir do US Open
+ Halep joga em Praga e diz que US Open segue incerto

Halep também avaliou seu desempenho na partida. Apesar de ter sofrido uma quebra de saque logo na abertura da partida, a romena dominou as ações no primeiro set e venceu seis games seguidos sendo muito consistente do fundo de quadra e paciente na construção dos pontos. "Mesmo o primeiro set não foi fácil. É sempre difícil jogar contra ela, é uma grande adversária e muito rápida, porque pega muito cedo na bola. Eu tive que lutar até o fim".

A número 2 do mundo também falou sobre a mudança no jogo de Mertens a partir do segundo set, quando a belga tentou ser mais agressiva. "O segundo set foi um pouco mais duro, mas eu estava muito forte mentalmente e foi por isso que eu venci o jogo", comentou. "Estou muito satisfeita com a maneira como ajustei meu jogo ao dela. No início eu estava batendo muito forte e reto, mas ela era mais rápida do que eu e estava mais próxima da linha de base. Tentei mudar o ritmo, usar bolas um pouco mais altas e mais longe do corpo dela, e foi muito melhor".

A experiente jogadora de 28 anos também comentou sobre os protocolos de segurança em Praga. O torneio chegou a receber alguns torcedores, mas com uso obrigatório de máscaras e respeitando o distanciamento social. "Fiquei um pouco preocupada no início da semana, mas aqui nos sentimos muito seguras, e todas as restrições foram respeitadas. Podemos fazer torneios como o desta semana. É muito diferente e um pouco estressante e temos que nos ajustar, mas o fato de todos estarem bem nesses 10 dias significa que tudo foi muito bem feito".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva