Notícias | Dia a dia
'Chegar à final não é uma surpresa', garante Stefani
15/08/2020 às 16h47

Embed from Getty Images

Lexington (EUA) - Garantida na final de duplas no WTA de Lexington, a brasileira Luisa Stefani garante que a boa campanha não é uma surpresa. Ela e a norte-americana Hayley Carter estão voltando ao circuito nesta semana, após cinco meses de paralisação da temporada pela pandemia da Covid-19.

Stefani e Carter já conquistaram um título em Tashkent no ano passado e também foram finalistas em Seul. Este ano, a parceria já venceu um torneio da série 125k (equivalente a um challenger) em Newport Beach. Elas também chegaram às quartas no forte Premier de Dubai.

+ Stefani vence mais uma e disputa sua 3ª final de WTA
+ Stefani volta ao circuito com vitória em Lexington

"Não vou dizer que não estava esperando, porque eu vim aqui com a meta de ganhar o torneio. Então, chegar à final obviamente não é uma surpresa", disse Stefani após a vitória por 7/5 e 6/1 sobre as russas Anna Blinkova e Vera Zvonareva na última sexta-feira. "Mas, com certeza, estou muito feliz e agora a gente tem mais um jogo para fechar a semana e essa volta ao circuito com chave de ouro".

Stefani também destacou o poder de reação na partida, já que a parceria russa chegou a liderar o set inicial por 5/1. "Acho que foi um dos meus jogos preferidos até agora, principalmente por causa do começo. A gente não estava jogando muito bem e começou bem devagar".

"Mas depois que engrenou a coisa, do 5/1 do primeiro set, a gente foi bem até o fim. Começamos a jogar super bem e nosso jogo se encaixou. Foi um jogo muito positivo hoje", complementou a jovem de 23 anos e 45ª do ranking. A vaga na final rende 180 pontos no ranking, com possibilidade de 280 em caso de título, que poderia colocá-la no top 40 pela primeira vez.

Definidas as adversárias da final
As adversárias na final serão a tcheca Marie Bouzkova e a suíça Jil Teichmann, que venceram neste sábado a chilena Alexa Guarachi e a norte-americana Desirae Krawczyk (principais cabeças de chave do torneio) por 6/2, 3/6 e 10-4. Como Teichmann também é finalista de simples, o jogo acontecerá no final da rodada de domingo.

Stefani está em Lexington se preparando para o torneio desde segunda-feira passada e confinada no hotel do torneio no protocolo recomendado pelo evento. Ela já realizou três testes negativos para Covid-19. Este é o primeiro de três torneios nos Estados Unidos. A partir do dia 22 ela disputa o Premier de Cincinnati, que foi excepcionalmente transferido para Nova York. Na sequência, atuará no US Open, que começa em 31 de agosto.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva