Notícias | Dia a dia
Gauff bate mais uma favorita e chega à semifinal
14/08/2020 às 20h55

Embed from Getty Images

Lexington (EUA) - A semana de Coco Gauff segue excelente no WTA de Lexington. Apenas dois dias depois de eliminar a número 11 do mundo Aryna Sabalenka em duelo de quase 3h, a jovem norte-americana de apenas 16 anos garantiu seu lugar na semifinal do torneio. Gauff superou nesta sexta-feira a tunisiana Ons Jabeur, cabeça 8 do torneio e 39ª do ranking, por 4/6, 6/4 e 6/1.

Apesar da pouca idade, Gauff já aparece no 53º lugar do ranking da WTA. Ela venceu um torneio do circuito em Linz, no ano passado, e tem duas vitórias contra top 10. A campanha até a semifinal rende 110 pontos no ranking, com possibilidade de 180 se vencer mais uma e 280 em caso de título. Com isso, ela deverá superar seu recorde pessoal, que era a 49ª posição, e tem chance até de ser cabeça de chave no US Open.

Sua próxima adversária será a norte-americana Jennifer Brady, jogadora de 25 anos e 49ª do ranking, que derrotou a tcheca Marie Bouzkova por 6/1 e 6/2 em apenas 1h04 de partida. Brady fazia um ótimo início de temporada antes da paralisação do circuito devido à pandemia da Covid-19, com vitórias sobre Ashleigh Barty, Elina Svitolina e Garbiñe Muguruza.

Gauff ficou a dois games da derrota e reagiu
Jabeur foi superior durante o primeiro set. A tunisiana disparou cinco aces, sequer enfrentou break points e cedeu apenas cinco pontos nos games de serviço. Pressionando constantemente o saque de Gauff, ela conseguiu a única quebra de toda a parcial.

Ainda que Gauff tenha conseguido uma quebra logo no início do segundo set, Jabeur rapidamente recuperou a vantagem. A jogadora de 25 anos abusava dos slices para variar altura e velocidade da bola e chegou a vencer quatro games seguidos para liderar por 4/2, ficando muito próxima da vitória em sets diretos.

Só então, Gauff começou a reagir na partida. A promessa de 16 anos foi aos poucos encontrando respostas para o jogo de sua adversária e passou a ser mais consistente do fundo de quadra. Ela conseguiu virar o segundo set e ainda foi a primeira a quebrar na parcial decisiva, chegando a liderar por 4/1. A partir de então, a jovem norte-americana estabeleceu amplo domínio até o fim do jogo.

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva