Notícias | Dia a dia
USTA cancela challengers e ITFs até o fim de setembro
13/08/2020 às 17h54

Nova York (EUA) - Apesar de o US Open ser mantido no calendário e estar previsto para começar no dia 31 de agosto, a Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) segue cancelando competições menores que aconteceriam no país. Nesta quinta-feira foram cancelados dois challengers e mais três eventos do circuito da ITF que aconteceriam em setembro.

Na semana de 14 de setembro, estão cancelados o challenger de Cary (na Carolina do Norte) e o ITF masculino de US$ 15 mil de Champaign (Illinois). Já na semana seguinte foram desmarcados o challenger de Columbus (Ohio), o ITF masculino de US$ 15 mil de Fayetteville (Arkansas) e o ITF feminino de US$ 15 mil de Lubbock (Texas).

+ Canadá cancela torneios de tênis até 31 de outubro
+ Dois challengers em Orlando são cancelados
+ Casos aumentam nos EUA e 5 torneios são cancelados

Os challengers cancelados são os de Cary, a partir de 14 de setembro, e de Columbus, na semana seguinte. Já no circuito profissional da ITF, foram desmarcados três eventos de US$ 15 mil. No masculino, em Champaign e Fayetteville e

"Devido à situação em torno da Covid-19, a USTA decidiu cancelar todos os torneios ITF e ATP Challenger que aconteceriam nos Estados Unidos em setembro. Essa decisão foi tomada para garantir a saúde e segurança de todos os envolvidos nestes eventos", diz a nota emitida pela USTA.

Assim como já havia feito quando dois challengers em Orlando foram cancelados, a entidade justificou a decisão pela dificuldade financeira e logística de promover uma 'bolha' que evitaria a transmissão do coronavírus no ambiente do torneio. A medida será adotada no Grand Slam norte-americano e no principal evento preparatório, que foi transferido de Cincinnati para Nova York.

"Embora tenham sido planejados protocolos detalhados de saúde e segurança, a mitigação de riscos não seria possível sem a criação de um ambiente controlado que inclua um programa abrangente de hospedagem, transporte, alimentos e bebidas e programa de testes médicos, como será feito no US Open. E no caso desses eventos, esse tipo de ambiente seria logisticamente e financeiramente difícil de criar".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva