Notícias | Dia a dia
'Sabia que teria uma estreia difícil', afirma Halep
11/08/2020 às 16h40

Halep mais uma vez precisou de três sets para superar a eslovena Polona Hercog

Foto: Divulgação/Facebook

Praga (República Tcheca) - Apesar do resultado positivo em sua volta às quadras depois de quase seis meses, Simona Halep conta que sabia que teria uma partida difícil contra a eslovena Polona Hercog, 46ª do ranking. O duelo desta terça-feira foi o quarto entre elas e todos os jogos foram definidos em três sets. Além disso, Hercog forçou o terceiro set em seis dos últimos dez jogos que fez contra top 10.

"Eu sabia que seria difícil", disse Halep, após a vitória por 6/1, 1/6 e 7/6 (7-3) sobre Hercog em 2h30 de jogo nesta terça-feira pelo WTA de Praga. "Todas as nossas partidas foram muito difíceis e longas. Ela me conhece muito bem, nós jogamos juntas no juvenil. Ela varia o ritmo, usa muitos drop-shots, então foi um jogo mais difícil para mim", acrescenta a romena, que agora lidera o histórico entre elas por 3 a 1, sendo que as três vitórias foram nas duas últimas temporadas. 

Apesar da dificuldade da partida, a romena comemorou o desempenho apresentado no set inicial. As duas jogadoras dispararam o mesmo número de bolas vencedoras, 29 para cada uma, mas Halep manteve sua contagem de erros um pouco mais baixa, cometendo 39 contra 42 de Hercog.

"Meu nível estava muito alto no primeiro set. Eu não errava e tinha muito controle da partida e da quadra, eu sabia onde cada bola iria", explicou a número 2 do mundo. "Depois, teve uma mudança no ritmo e sofri muito com isso, mas tentei a manter a bola mais em jogo. E o terceiro set foi muito equilibrado".

Diante do longo período de inatividade, Halep reconhece que sentiu algumas dores durante a partida e tenta se recuperar antes do duelo contra a anfitriã Barbora Krejcikova nas oitavas. "Senti tensão nas costas depois do primeiro set, embora tenha sido curto e eu estivesse jogando bem", admitiu a jogadora de 28 anos.

"Depois do segundo set, eu me senti cansada. Mas eu sabia que ela estava na mesma situação, então eu apenas tive que manter meu plano de jogo e continuar lutando. Isso me ajudou a vencer a partida. Às vezes é bom ter um jogo duro assim, mas eu não gostaria que o próximo tivesse três horas de novo".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva