Notícias | Dia a dia
Australiana diz que Federer não é tão importante
11/08/2020 às 10h53

Sydney (Austrália) - Ex-tenista profissional australiana, Rennae Stubbs elogiou a longevidade de Roger Federer em declarações nas redes sociais, mas também causou certa polêmica ao defender a necessidade de o tênis se libertar de seu ícone. Para a ex-número 1 do mundo nas duplas, a importância do suíço no tênis é muitas vezes supervalorizada.

“Você acha que Madri precisa do Roger para ganhar dinheiro? Que o Aberto do Canadá precisa do Roger para ganhar dinheiro? Você acha que Monte Carlo, Queens, Wimbledon, Cincinnati precisam de Roger? Muitos desses torneios não o tiveram antes, seguiram em frente e estão bem”, afirmou a australiana.

“Eu sei o quão importante e influente ele e sua agência são, mas de forma alguma eles são tão importantes”, complementou Stubbs, que conquistou quatro títulos de Grand Slam nas duplas femininas e mais dois nas duplas mistas, o último deles em 2004 ao lado da zimbabuana Cara Black em Wimbledon.

A australiana, porém, não deixou de enaltecer a figura do suíço e também dos companheiros do Big 3. “Roger Federer fez mais pela popularidade do tênis do que quase qualquer pessoa na história, devemos ser gratos por ele e sua longevidade. Agradeço também a Rafael Nadal e Novak Djokovic”, finalizou Stubbs.

Em sua carreira como jogadora profissional, Stubbs se notabilizou no circuito de duplas, modalidade em que foi número 1 do mundo e conquistou 60 títulos. Em simples, seu melhor ranking na WTA foi o 64º lugar em 1996. A australiana também atuou como técnica e como comentarista de TV. Ela já treinou nomes como Karolina Pliskova e Samantha Stosur, e atualmente é a técnica da canadense Eugenie Bouchard.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva