Notícias | Dia a dia
Pliskova perde exibição, mas está pronta para EUA
09/08/2020 às 10h22

Pliskovadiz não se importar com os protocolos de segurança impostos pela USTA

Foto: Arquivo

Praga (República Tcheca) - Ainda que considere não totalmente garantidos os torneios em Nova York, a número 3 do mundo Karolina Pliskova diz estar pronta para reiniciar a temporada a partir do Premier de Cincinnati, previsto para o dia 22 em Flushing Meadows.

Neste sábado, Pliskova fez uma partida de exibição em casa e sobre a quadra sintética como um preparativo para os torneios, mas foi derrotada pela jovem polonesa Iga Swiatek, 49ª do mundo aos 19 anos, pelo placar de 6/1, 6/7 (9-11) e 10-4. No domingo, levou duplo 6/3 para a alemã Andrea Petkovic. Apesar do WTA de Praga a partir desta segunda-feira, ela decidiu não participar devido ao piso de saibro.

"A situação para chegar a Nova York muda todo dia, ninguém sabe realmente o que vai acontecer, mas acredito que haverá os torneios", opinou Pliskova à agência tcheca de notícias. "O pior quadro possível seria irmos a Nova York e aí termos de voltar para casa sem jogar, como aconteceu em Indian Wells".

Aos 28 anos, Pliskova tem boas recordações do US Open. Há quatro anos, ela atingiu em Flushing Meadows sua única final de Grand Slam. "As normas impostas pela organização não são um problema para mim. Estou disposta a ficar presa no quarto por 24 horas.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva