Notícias | Dia a dia
Dimitrov evolui, mas não está 100% recuperado
09/08/2020 às 08h59

Dimitrov revelou os sintomas da Covid-19 durante a segunda etapa do Adria Tour

Foto: Arquivo

Monte Carlo (Mônaco) - Primeiro tenista de peso a contrair o coronavírus e sentir os fortes sintomas da Covid-19, o búlgaro Grigor Dimitrov afirmou que ainda não está totalmente recuperado do desgaste físico sofrido com a doença. Embora ele tenha mantido inscrição para os dois torneios de Flushing Meadows, ainda busca reação maior.

"Houve dias em que não me sentia muito bem, principaimente porque meu nível de energia caiu demais", contou em entrevista ao Tennis Majors. "Por isso, tive de alterar a intensidade do meu treinamento. Não vou me recuperar de um dia para o outro, é um processo. Não haverá milagre, portanto tenho de fazer tudo bem, de forma gradual. Mas sinto que houve grande progresso".

Sempre muito popular com o público e com os companheiros de profissão, Dimitrov voltou a dizer que a parte mais dura foram as três semanas em que precisou ficar totalmente isolado. "Não foi fácil, mas o lado positivo foi refletir melhor sobre a vida e as dimensões de tudo, além de desfrutar de coisas simples".

+ Dimitrov: 'O vírus foi duro, não conseguia respirar'

O búlgaro afirmou que tomou rapidamente a postura de divulgar a doença e depois os dias de sofrimento como um alerta. "Fiquei preocupado em revelar como me senti durante as semanas de tratamento para alertar as pessoas sobre as precauções que devem tomar neste momento e evitar o contágio", conta. "Me apavorou o fato de que poderia ter passado o vírus para uma criança ou uma família".

E agora se sente grato por poder sair de casa novamente: "Agradeço cada dia que estou saudável e que posso seguir na minha profissão".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva