Notícias | Dia a dia
Kerber volta com o técnico que a levou ao número 1
27/07/2020 às 18h08

A alemã voltará a treinar ao lado de Torben Beltz quando o circuito for retomado

Foto: Arquivo

Bremen (Alemanha) - Disposta a recuperar os bons resultados quando o circuito for retomado, Angelique Kerber fez uma mudança importante em sua equipe. Ela encerrou a relação profissional com o técnico Dieter Kindlmann e trouxe de volta o alemão Torben Beltz, com quem trabalhou na melhor fase de sua carreira.

Foi ao lado de Beltz que Kerber dois de seus três títulos de Grand Slam. Ela foi campeã do Australian Open e do US Open em 2016, ano em que alcançou a liderança do ranking mundial. A canhota de 32 anos também conquistou Wimbledon em 2018, quando treinava com o belga Wim Fissette.

Kerber ocupa atualmente o 21º lugar do ranking. Ela disputou apenas três torneios na atual temporada, em Brisbane, Adelaide e no Australian Open, com quatro vitórias e três derrotas. Pouco antes da paralisação completa do circuito devido à pandemia da Covid-19, a alemã anunciou que não jogaria em Indian Wells e Miami por conta de uma lesão na coxa esquerda.

Beltz vinha trabalhando com a croata Donna Vekic há dois anos e meio. A parceria foi desfeita há algumas semanas, por desentendimentos a respeito do calendário a ser adotado pela jogadora no segundo semestre. Vekic já volta ao circuito na semana que vem, disputando o WTA de Palermo. A croata está atualmente sem técnico, mas divulgou imagens treinando com Caroline Wozniacki, recém-aposentada do circuito profissional.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva