Notícias | Dia a dia
'Quero estar pronto no dia 1 de janeiro', diz Federer
26/07/2020 às 10h32

A última aparição de Federer em quadra foi na exibição contra Nadal na África do Sul

Foto: Arquivo

Lausanne (Suíça) - Motivado para tentar mais uma temporada em sua longa carreira profissional, Roger Federer pretende trabalhar firme nos próximos seis meses para retornar no auge físico e técnico em 2021. Isso foi o que ele garantiu neste sábado, em entrevista à televisão suíça SRF.

"Meu principal objetivo é estar 100% no dia 1º de janeiro", afirma Federer. "No momento, tenho uma tarefa de treinamento físico de 20 dias. Falta muito para voltar a jogar, mas espero que ainda esteja jogando bem quando chegar lá", brinca. A previsão do início de treinamentos com bola é em agosto. Ele não compete desde a derrota na semifinal do Australian Open, no final de janeiro.

O tema sobre o fim de sua carreira não poderia ficar de fora. "Desde que ganhei Roland Garros em 2009 a imprensa me pergunta sobre a aposentadoria. É evidente que estou no final de minha carreira, mas ainda não posso dizer se a retirada acontecerá dentro de um ou dois anos. Tenho me planejado a cada temporada. Quando meu corpo não responder mais, então irei parar".

Federer insiste que ainda se sente muito feliz por estar em quadra e sua motivação por competir segue em alta. E, ao contrário dos que imaginam uma despedida em Wimbledon, ele afirma que uma das grandes metas para 2021 são os Jogos Olímpicos, previstos para o final de julho.

"Mas não é hora de pensar nisso. A preparação deve ocorrer três meses antes. Os Jogos são sempre muito especiais para mim e espero que desta vez ocorram em Tóquio como o programado. Minhas filhas estão encantadas com a chance de ir, uma delas até quer aprender a falar japonês".

Questionado sobre como será sua vida após a carreira profissional, Federer garantiu que não irá se afastar das quadras. "Seguirei jogando com meus amigos, mas não vou treinar mais, apenas jogar. Vai ser bastante interessante".

Comentários
Loja - camisetas
Suzana Silva