Notícias | Dia a dia
US Open pode assistir a debandada dos top 10
26/07/2020 às 08h28

Atual campeão e perto de igualar recorde de Slam de Federer, Nadal não mostra interesse

Foto: Arquivo

Nova York (EUA) - Com apenas um mês pela frente para dar largada, o US Open corre perigo de não representar o melhor do tênis internacional. Vários campeões de peso e líderes do ranking mantêm o suspense sobre a ida a Nova York e privilegiar unicamente a fase europeia de saibro.

As decisões de Novak Djokovic e Rafael Nadal são certamente as que mais importam no momento. O sérvio continua reticente quanto aos protocolos adotados pela organização do Grand Slam norte-americano. O espanhol não mostra qualquer disposição e está treinando no saibro.

Acostumados a ter calendário cheio, Dominic Thiem e Daniil Medvedev despontam como maiores garantias até agora. Mas é só. Stefanos Tsitsipas, Alexander Zverev e Matteo Berrettini tendem para a ausência, ainda que o grego tenha se saído bem no piso duro das exibições de Nice.

Outros nomes importantes e detentores de troféu no torneio, mas fora do top 10, são Stan Wawrinka e Andy Murray. O suíço não tem qualquer interesse em sair da Europa e pratica no saibro. O escocês, campeão de 2012, analisa condições e mostra interesse.

Do lado feminino, as tenistas inscritas para o WTA de Lexington são quase uma certeza de presença no US Open. O problema é que há apenas uma top 10 nesse grupo: Serena Williams. Outros nomes são fortes ou tradicionais, como Sloane Stephens, Garbine Muguruza, Aryna Sabalenka, Venus Williams e Victoria Azarenka, ou grandes representantes da nova geração, como Coco Gauff e Amanda Anisimova.

A número 1 Ashleigh Barty e a vice-líder Simona Halep mostram pouquíssima motivação e podem deixar as principais cabeças para Karolina Pliskova e Sofia Kenin. Se conseguir se recuperar totalmente, a atual campeã Bianca Andreescu é outra bem cotada para estar no torneio. Há dúvidas sobre Naomi Osaka, vencedora de 2018, que embora esteja na Califórnia desde o início da pandemia não fez qualquer jogo até agora.

Veja a expectativa de momento em cima dos atuais top 10 do ranking:

Masculino
1. Novak Djokovic - provável
2. Rafael Nadal - pouco provável
3. Dominic Thiem - muito provável
4. Roger Federer - contundido
5. Daniil Medvedev - muito provável
6. Stefanos Tsitsipas - pouco provável
7. Alexander Zverev - pouco provável
8. Matteo Berrettini - pouco provável
9. Gael Monfils - pouco provável
10. David Goffin - pouco provável

Feminino
1. Ashleigh Barty - pouco provável
2. Simona Halep - pouco provável
3. Karolina Pliskova - muito provável
4. Sofia Kenin - muito provável
5. Elina Svitolina - pouco provável
6. Bianca Andreescu - provável
7. Kiki Bertens - pouco provável
8. Belinda Bencic - pouco provável
9. Serena Williams - confirmada
10. Naomi Osaka - provável

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva