Notícias | Dia a dia
'Normalidade só em 2022', diz presidente da WTA
21/07/2020 às 14h54

Sydney (Austrália) - Enquanto muito se discute sobre os protocolos implementados em cada local neste retorno gradual do tênis, com a volta dos circuitos masculino e feminino marcada para agosto, o presidente da WTA defendeu a retomada das competições ainda que aos poucos. Em entrevista ao jornal australiano The National, Steve Simon explicou que não podemos esperar a total normalidade.

“Estes não são tempos normais e o que estamos tentando fazer é operar em um mundo imperfeito. Buscamos encontrar certos níveis de justiça e oportunidade em uma situação cheia de problemas como quarentena. Isso será um problema contínuo no restante do ano. Tudo é provisório no momento, mas chegamos ao ponto de tentarmos fazer o possível e usar este ano como um teste”, afirmou Simon.

“Temos que ver como conviveremos com esse vírus e como começaremos a operar no futuro. A situação não vai mudar amanhã, temos que descobrir como seguir em frente e com o mesmo objetivo de manter todos em segurança. Porque se você estiver procurando por normalidade, provavelmente não a encontrará até 2022 e isso está muito longe”, acrescentou o presidente da WTA.

Para o principal responsável pelo circuito feminino o momento é de tentar oferecer oportunidades de renda para as tenistas, tornando viáveis as competições. “Não queremos perder nossos patrocinadores, não queremos perder nossos parceiros, tentamos trabalhar dentro desse novo ambiente da melhor e mais segura maneira possível”, afirmou Simon.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva