Notícias | Dia a dia
Árbitro e diretor de torneio são suspensos pela TIU
16/07/2020 às 19h20

Londres (Inglaterra) - A Tennis Integrity Unit (TIU) divulgou duas sanções disciplinares nesta quinta-feira. O árbitro bielorrusso Alexey Izotov e o grego diretor de torneios Antonis Kalaitzakis foram suspensos do circuito e multados por envolvimento em casos de corrupção no esporte.

Alexey Izotov é um jovem árbitro de 22 anos, mas ficará afastado do tênis por três temporadas e terá que pagar uma multa de US$ 10 mil. Segundo da TIU, ele recebeu uma tentativa de suborno em novembro de 2019, durante um ITF feminino de US$ 25 mil em Minsk e não reportou o caso às autoridades. Além disso, teria convidado outros árbitros a participarem do esquema.

O relatório da entidade explica que o árbitro bielorrusso recebeu uma oferta para manipular os horários em que o placar ao vivo seria inserido em seu dispositivo móvel (PDA) durante partidas em que ele estava escalado. Essa prática serviria para que alguns grupos de apostadores tivessem informações privilegiadas.

+ TIU monitora 24 exibições suspeitas durante pandemia
+ Árbitro venezuelano é suspenso por 2 anos e meio
+ TIU revela aumento no número de partidas suspeitas

O caso de Antonis Kalaitzakis, de 37 anos, também tem a ver com o mercado de apostas. A investigação da TIU identificou que o diretor de torneios realizou 127 apostas em partidas de tênis entre os anos de 2013 e 2016. Ele admitiu ter feito essas apostas e também não denunciou casos de corrupção dos quais tinha conhecimento.

Diretor de vários torneios da ITF na Grécia, Kalaitzakis ficará suspenso por pelo menos 16 meses e multado em US$ 3 mil. Caso ele volte a violar o Programa Anticorrupção do Tênis, a pena sobe para 20 meses e a multa dobra para US$ 6 mil.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva