Notícias | Dia a dia
'Ainda não tenho clara uma data de retorno', diz Bia
16/07/2020 às 11h37

Itajaí (SC) - Em treinamento há mais de um mês no Itamirim Clube de Campo, a paulista Beatriz Haddad Maia ainda não sabe exatamente quando voltará a competir. Depois de cumprir suspensão por doping, ela iria voltar a jogar no fim de maio, mas a paralisação do circuito por causa do coronavírus adiou seus planos que agora estão incertos.

"Não tenho clara a data de retorno por conta da volta do circuito, mas enquanto as fronteiras ainda ficarem fechadas tudo fica mais complicado. É bem difícil se organizar e fica difícil ir para os torneios. Por enquanto vou ficar por aqui, em Itajaí, não é o momento de viajar", comentou a paulista, que atualmente ocupa a modesta 286ª colocação no ranking.

+ Menezes: 'Não consigo viajar para nenhum torneio'
+ 'Tenho receio de voltar ao circuito', diz Orlandinho

+ Monteiro busca solução para contornar restrições

Apesar de não ter um calendário claro nas próximas semanas, a tenista de 24 anos espera ainda competir esse ano. "Espero que sim. Faz um ano e um mês que não compito, realmente foi muito difícil para mim os últimos meses, principalmente antes da pandemia e depois que senti que muita gente estava na mesma foi um pouco mais confortante. É uma situação que não queria estar vivendo", falou Bia.

Ex-top 60, a paulista destacou a importância de estar com vários outros bons nomes do tênis nacional na parceria com a Confederação Brasileira de Tênis. "Está sendo muito bom. É complicado para todo mundo, mas conseguimos unir a maior parte das jogadoras que estão precisando treinar e a CBT abrir as portas para conseguirmos fazer essa coisa que sempre quisemos: ter os atletas do mesmo lugar", disse a canhota.

Bia mantém contato com seu treinador principal, o argentino Germán Gaich, e conta com presença de seu fisioterapeuta Paulo Roberto. "Germán está sempre a par dos treinos, eu me conheço bastante e sei o que é preciso fazer. Aqui temos muitas opções de variedade de pessoas e jeitos diferente de jogar", finalizou a paulista.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva