Notícias | Dia a dia
'Stan é um vencedor subestimado', afirma Norman
16/07/2020 às 09h45

Nova York (EUA) - Um dos principais responsáveis pelo sucesso do suíço Stan Wawrinka, o ajudando a conquistar um título no Australian Open, um em Roland Garros e outro no US Open, o sueco Magnus Norman falou sobre seu pupilo em entrevista ao site da ATP. Ele lamentou os problemas físicos e a falta de consistência, mas afirmou que Stan é subestimado e que em um bom dia consegue derrotar qualquer um.

“Ele diz que eu fiz dele um vencedor, mas todo mundo já viu que costumava jogar tênis de alto nível antes de mim. Ele me falou que as palavras que digo para ele antes dos jogos o acalmam um pouco e o fizeram acreditar que poderia ganhar nos grandes momentos. A coisa mais importante é a paixão, você vai ser melhor se tiver isso”, afirmou o sueco, que trabalha com Wawrinka desde 2013.

Norman lamentou o excesso de lesões e a falta de constância do suíço frente a concorrentes do mais alto gabarito, como o compatriota Roger Federer, o espanhol Rafael Nadal, o sérvio Novak Djokovic e o britânico Andy Murray. “Não teve a mesma estabilidade que eles, mas em seus melhores momentos acho que poderia vencer qualquer um se estivesse um bom dia”, analisou.

“É isso que o torna um pouco especial. Você não sabe o que esperar de Stan e acho que algumas pessoas gostam. Ele é um dos melhores jogadores, conseguiu conquistar três títulos de Grand Slam diferentes durante a era das Big Four. Também chegou a outra final deste nível e em várias semifinais, por isso acho que é um pouco subestimado, pois teve uma carreira incrível”, complementou Norman.

O sueco ainda fez uma avaliação sobre o estilo de jogo do suíço. “Stan joga com pequenas margens, é o tipo de cara que arrisca o tempo todo, ganhe ou perca. Essa personalidade dele e é difícil de mudar, mas também foi a razão pela qual venceu três Grand Slam e que o torna um rival muito perigoso” finalizou o treinador de Wawrinka.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva