Notícias | Dia a dia
Svitolina: 'Muitas perguntas para poucas respostas'
12/07/2020 às 14h11

Kyev (Ucrânia) - Com a volta da WTA marcada para o dia 3 de agosto, duas semanas antes da ATP, as jogadoras seguem com algumas dúvidas em relação ao circuito, principalmente sobre os torneios norte-americanos, com destaque para o US Open. A ucraniana Elina Svitolina contou que embora haja muitas reuniões, ainda há dúvidas sobre o retorno.

“A WTA esteve sempre muito próxima de nós, todas as semanas organizavam videoconferências para nos informar de tudo. Às vezes até convidavam representantes da ITF ou da USTA, já que o US Open foi o torneio mais comentado nas últimas semanas, e há muitas dúvidas sobre se o torneio deveria ou não ser disputado”, disse Svitolina em entrevista à imprensa ucraniana.

“Eles simplesmente nos informam sobre os assuntos, mas são eles que precisam de tomar as decisões. Como se pode ver, cada país tem as suas regras e as mudanças acontecem todas as semanas. Ainda há muitas perguntas para poucas respostas”, complementou a tenista de 25 anos e atual número 5 do mundo.

Justamente para tentar aparar certas arestas e tirar as dúvidas dos tenistas é que a ATP marcou uma reunião urgente para a próxima segunda-feira. Os principais tópicos serão o calendário, a viagem aos Estados Unidos, a bolha de Nova York e as possíveis quarentenas no retorno à Europa para os torneios de saibro.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva