Notícias | Dia a dia
Safin revela ter começado no tênis contra vontade
11/07/2020 às 17h47

Moscou (Rússia) - Duas vezes campeão de Grand Slam, o russo Marat Safin relembrou em entrevista à ESPN Tennis o peso que tirou das costas ao conquistar o segundo destes títulos, levantando a taça do Australian Open de 2005. Para o ex-número 1 do mundo, os dois vice-campeonatos anteriores em Melbourne e a solitária conquista do US Open em 2000 serviram de peso extra em sua campanha.

“Era a minha terceira decisão lá, tinha muita pressão e não me sentiria à vontade se fosse um jogador que vencesse apenas um Grand Slam. Tinha em mente que precisava vencer meu segundo Slam para não ser o 'perdedor' dos anos 2000. Livrei-me de um peso muito grande depois de ter perdido as finais contra Johansson e Roger”, contou o vice do Aberto da Austrália em 2002 e 2004, que destacou bastante a vitória sobre Roger Federer nas semifinais.

“Ganhar de Pete Sampras no US Open foi uma surpresa, mas a vitória no Australian Open contra Federer foi mais trabalhosa”, falou o russo, que também revelou sua estranha celebração após a conquista, sem demonstrar tanta felicidade. "Não me lembro do match-point. No final senti um grande relaxamento, como se tivesse perdido 150 quilos. Não estava feliz, apenas aliviado, foi tudo muito estressante", rememorou Safin.

O ex-líder do ranking contou ter sido ‘forçado’ a jogar tênis e que não pôde realizar seu sonho de ser jogador de futebol, embora tenha agradecido à mãe pela decisão que tomou. "É incrível que minha irmã Dinara e eu tenhamos sido número 1 do mundo. Nossa avó era jogadora de tênis e chegou às semifinais de Roland Garros no juvenil e também jogou em Wimbledon”, disse o russo.

“Ela foi treinadora e nos criou como tenistas. Eu não gostava de jogar tênis, minha carreira foi um milagre, nunca me diverti na quadra e sempre tive muita pressão ou obrigação de jogar. Queria ser jogador de futebol e defender o Spartak, mas minha mãe me disse para jogar tênis e foi assim que comecei: contra minha vontade”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva