Notícias | Dia a dia
Há 7 anos, Murray conquistava Wimbledon. Relembre.
10/07/2020 às 17h32

Londres (Inglaterra) – Em 7 de julho de 2013, depois de 77 anos, o jejum britânico em Wimbledon terminou com a conquista de Andy Murray em final contra o sérvio Novak Djokovic, então número 1 do mundo. Depois de 3 horas de duelo, com vantagem de 40/0 e saque, Murray somente conseguiu fechar a partida no quarto match-point, quando a esquerda de Djokovic parou na rede. Murray superou o rival por 6/4, 7/5 e 6/4.

“Aquele último game sempre será o mais duro da minha carreira. Para sempre”, afirmou Murray, nascido na cidade escocesa de Dunblane, e que se tornou o primeiro britânico a ganhar o torneio de simples de Wimbledon desde Fred Perry em 1936. "Ainda não consigo acreditar que venci Wimbledon", comentou durante a premiação.

O título em Londres foi o segundo Grand Slam na carreira de Murray. No ano anterior, ele derrotou o mesmo Djokovic em cinco sets na final do US Open. Também em 2012, o britânico chegou muito perto do título em Wimbledon, mas foi superado por Roger Federer na final. “Estou chegando perto”, disse com a voz entrecortada pelas lágrimas. Um mês depois, nos Jogos Olímpicos de Londres, naquela mesma quadra, derrotou Federer e ganhou a medalha de ouro. Murray voltaria a ser campeão de Wimbledon em 2016.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva