Notícias | Dia a dia
Oito brasileiros levarão R$ 505 mil de Wimbledon
10/07/2020 às 14h19

Londres (Inglaterra) - Nesta sexta-feira a organização de Wimbledon anunciou que 620 jogadores que iriam disputar a competição receberão, de forma escalonada, premiação mesmo sem participar do evento. A medida atingirá oito atletas brasileiros, que juntos receberão o montante de 75 mil libras (R$ 505.980).

Os dois que levarão a maior bolada serão o cearense Thiago Monteiro (82º) no ranking da ATP) e o paranaense Thiago Wild (114º), únicos tenistas do país que entram no corte dos 128 melhores em simples. Cada um deles receberão 25 mil libras (quase R$ 160 mil).

+ Wimbledon premiará tenistas que jogariam torneio
+ Ranking da grama deixará de definir cabeças de chave
+ Wimbledon vai pagar árbitros que estariam no torneio

Mais dois brasileiros entram na lista dos contemplados por ficarem entre os 240 melhores do mundo. Depois dos 128 da chave principal, os próximos 112 foram considerados aptos para o qualificatório, em um corte que engloba o mineiro João Menezes (185º) e a gaúcha Gabriela Cé (232ª). Eles vão faturar 12,5 mil libras (pouco mais de R$ 84 mil).

Por fim aparecem os duplistas. Seriam quatro os representantes nacionais na lista dos 60 melhores de cada chave. Entre os homens se encontram os mineiros Marcelo Melo (5º) e Bruno Soares (25º) e o gaúcho Marcelo Demoliner (48º), ao passo que entre as mulheres só a paulista Luisa Stefani (46ª) entraria. Cada um levará 6.250 libras (pouco mais de R$ 42 mil).

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva