Notícias | Dia a dia
'Fognini não estará pronto para US Open', diz técnico
09/07/2020 às 10h44

Roma (Itália) - Após passar por uma operação nos dois tornozelos no final de maio, para se livrar definitivamente de problemas que o afetam há algum tempo, o italiano Fabio Fognini não deverá participar dos torneios norte-americanos em quadra dura, ficando de fora inclusive do US Open. Pelo menos é essa a previsão dada pelo seu treinador, o compatriota Corrado Barazzutti.

“O que posso dizer com certeza é que Fabio está bem agora, mas na minha opinião não estará pronto para o US Open e acabará desistindo do torneio. No entanto, entendo que uma decisão só será definitivamente tomada entre os dias 13 e 15 deste mês”, afirmou o técnico, que também é o capitão da Itália na Copa Davis, em entrevista ao Supertennis.

“Vamos treinar e nos preparar para a temporada no saibro, esperando que possamos jogar como esperado em Madri, Roma e Paris. Então talvez continue com a temporada indoor europeia. De qualquer forma, o que importa agora é a reabilitação. A partir de segunda-feira, voltaremos a treinar com toda a atenção”, complementou o treinador de Fognini.

Para Barazzutti, a própria disputa do US Open está sob risco. “Se você quer minha opinião, a temporada norte-americana nem será jogada. A situação me parece muito séria e não acho que melhore tão cedo. Como nos EUA eles não fazem nenhum tipo de bloqueio, presumo que o número de infecções sempre será muito alto”, afirmou o técnico.

Ir para os Estados Unidos agora é muito complicado. Na Europa você se desloca mais fácil, pode ir de carro se quiser, sem nenhum tipo de risco. Além disso, os EUA estão com várias fronteiras fechadas. Fala-se em organizar as coisas, mas é uma complicação absurda. Meu sentimento é que os jogadores não querem ir. É muito perigoso jogar em um país onde o coronavírus ainda está circulando” finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva