Notícias | Dia a dia
Simon: 'Só falam bem de Federer e mal do Djokovic'
08/07/2020 às 18h31

Paris (França) - O francês Gilles Simon voltou a comentar sobre a relação entre Novak Djokovic e Roger Federer. Desta vez, o ex-top 10 deu uma entrevista ao jornal L'Equipe e foi perguntado sobre o quanto a repercussão negativa do Adria Tour, que terminou com nove casos confirmados de coronavírus, afeta a imagem do sérvio.

"Tudo o que aconteceu no Adria Tour deu aos inimigos do Djokovic uma desculpa para puni-lo. Por causa desse grande erro, é como se todo o trabalho dele perdesse o valor. Agora é fácil dizer 'não ouçam mais o Novak", disse Simon.

Leia mais: 'Djokovic nunca será popular como Federer', diz Simon

"Muito gente ficaria incomodada se o Djokovic quebrar os recordes do Federer. Mas eu vejo o Djokovic como qualquer ser humano, com seus pontos fortes e fracos. Assim como o Roger e o Rafa. Mas com Roger, só falamos sobre suas virtudes. Com Novak, só comentam seus defeitos", argumentou o jogador de 35 anos e atual 54º do ranking.

Simon também defende a permanência de Djokovic na liderança do conselho dos jogadores da ATP, alegando que o sérvio tem uma preocupação em ajudar os tenistas de ranking mais baixo. "São poucos os jogadores que lutaram mais do que ele pelo aumento na premiação em dinheiro dos challengers. Aqueles que pedem a renúncia dele do Conselho de Jogadores estão dando um tiro no pé".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva