Notícias | Dia a dia
Tipsarevic: 'Novak se sentiu mal por pressão da mídia'
07/07/2020 às 09h50

Belgrado (Sérvia) - Amigo e colega de Copa Davis do sérvio Novak Djokovic, o recém-aposentado Janko Tipsarevic saiu em defesa do compatriota durante sua participação no podcast de tênis de Craig Shapiro. O ex-tenista profissional e agora técnico de Filip Krajinovic disse que ‘Nole’ não foi culpado pelo que aconteceu no Adria Tour e ainda acusou a mídia de perseguição.

“Conversei com Novak depois de tudo e ele se sentiu mal, principalmente por causa da pressão psicológica que experimentou da mídia nacional e internacional. Ele é criticado de maneira desonesta, mas isso não é novidade para ele. Viemos de um país que foi terrivelmente representado na mídia ocidental no passado. Não acho que outras superestrelas dos países ocidentais são tão criticadas quanto Djokovic”, afirmou o sérvio.

+ Djokovic rebate críticos com mensagem enigmática
+ Guga: 'Torneio de Djokovic foi uma lambança total'

+ Herbert diz que Djokovic pensa muito nos tenistas
+ 'Djoko será lembrado por esse desastre', diz romeno

“Foi um evento fantástico, o que Novak e seu pessoal fizeram em apenas um mês, em termos de organização, foi incrível. O único problema é que o evento não foi organizado no momento certo, devido à pandemia. Outra coisa importante é que Novak e as pessoas que trabalharam com ele não violaram nenhuma lei”, observou Tipsarevic.

O sérvio de 35 anos e ex-top 10 ainda destacou que seu país foi um dos com o menor número de casos de infecção. “A quarentena na Sérvia foi extremamente brutal. Acredite, fiquei pessoalmente isolado por 28 dias seguidos e não saí do meu apartamento. Por isso, tínhamos um número muito baixo de pessoas infectadas e achamos que estávamos livres, mas infelizmente não foi esse o caso”, finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva