Notícias | Dia a dia
ATP mudará cálculo do ranking no restante do ano
06/07/2020 às 14h26

Londres (Inglaterra) - A ATP anunciou nesta segunda-feira uma mudança no cálculo do ranking para o restante da temporada. De acordo com a entidade, serão considerados os 18 melhores resultados de cada jogador em 22 meses, no período entre março de 2019 e dezembro de 2020. Anteriormente, eram considerados os 18 melhores resultados em 12 meses (ou 52 semanas). 

Para fins estatísticos, o próximo ranking será divulgado em 24 de agosto. Ele servirá de base para definir os cabeças de chave do US Open. Já o último ranking do ano será o do dia 7 de dezembro. 

Além disso, o jogador não pode contabilizar duas vezes o mesmo evento entre seus 18 melhores resultados. Por exemplo, se ele tiver dois ótimos resultados no Masters 1000 de Madri (como um título e um vice-campeonato) nesse período, apenas a melhor campanha é contabilizada.

+ ATP volta 14 de agosto e confirma Madri e Roma
+ Ranking parado: Bom para Menezes, ruim para Wild
+ ATP e WTA cancelam saibro e congelam os rankings

Também foi definido quando os pontos obtidos na temporada de 2020 serão retirados. Segundo a ATP, esses resultados permanecem por 52 semanas ou até o mesmo evento ser disputado novamente, o que vier primeiro. Vale lembrar que a temporada de saibro de 2020 acontece em setembro, enquanto a de 2021 deve voltar para os meses de abril e maio.

Mudanças na classificação para o Finals
Não haverá a chamada Corrida para Londres em simples este ano. Os oito classificados para o ATP Finals serão definidos com base no ranking do dia 9 de novembro. Também não haverá uma Corrida para o Next Gen ATP Finals de Milão, embora o futuro do torneio não seja definido. A Corrida para Londres nas duplas será mantida.

Os rankings atuais estão congelados desde 16 de março, quando a temporada foi suspensa por conta da pandemia da Covid-19. O circuito masculino será retomado a partir de 14 de agosto, em Washington.

Relembre o calendário da ATP para o segundo semestre

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva