Notícias | Dia a dia
'US Open deveria ser cancelado', diz Henri Leconte
06/07/2020 às 09h12

Rennes (França) - Finalista de Roland Garros em 1988, o francês Henri Leconte se mostrou contrário à realização do US Open, marcado para acontecer entre os dias 31 de agosto e 13 de setembro. Em uma entrevista ao Ouest-France, ele não apenas destacou o problema do coronavírus, ainda não superado nos EUA, mas também disparou contra a realização do torneio a portas fechadas.

“O US Open deveria ser cancelado. Acredito que muitos jogadores não irão disputar o torneio. Em primeiro lugar por razões de saúde, pois o coronavírus continua muito ativo nos Estados Unidos e o país vem registrando cada vez mais casos novos há vários dias e a pandemia está longe de terminar”, afirmou o francês, que se mostrou contrário à ausência de público.

“Você não pode jogar um torneio de Grand Slam a portas fechadas. Não consigo imaginar a atmosfera que isso criaria. Vimos essa situação com o UTS (Ultimate Tennis Showdown) de Patrick Mouratoglou, em que percebemos que disputar um jogo visto só pela TV não tem o mesmo sabor”, complementou Leconte.

A preocupação com o US Open tem crescido ultimamente conforme crescem os casos de coronavírus nos Estados Unidos. Contudo, se a contaminação no território norte-americano vem subindo, batendo recordes diários, em Nova York a situação parece estar sob controle, com queda praticamente constante de casos e de mortes nos últimos dois meses.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva