Notícias | Dia a dia
Simon exige que ATP defina a pontuação no ranking
05/07/2020 às 12h00

Gilles Simon é contra pontuação nos torneios restantes desta temporada

Foto: Arquivo

Paris (França) - O francês Gilles Simon não está satisfeito com a falta de esclarecimento da ATP sobre como funcionará a pontuação no ranking quando o circuito retornar, a partir de 14 de agosto, em Washington. O ex-top 6 prefere que os torneios restantes de 2020 não sejam válidos e que o ranking só retome em 2021.

"A forma com que o ranking irá pontuar neste retorno é essencial e pode ser um fator que irá influir na presença de alguns tenistas nesses torneios", argumenta Simon. "Não sabemos se os pontos irão valer por dois ou seis meses. Enquanto isso não for definido, não posso me posicionar. Para mim, os torneios deste segundo semestre não deveriam pontuar, assim todos ficariam livres para fazer o que achar melhor".

O francês de 35 anos e dono de 14 troféus na carreira cobra uma posição da ATP. "A discussão sobre premiação é válida e nos dá liberdade. Poderemos decidir se vamos viajar ou não, se vale a pena correr o risco de ir aos Estados Unidos. Mas a questão dos pontos no ranking é mais complexa e até agora ninguém sabe as regras. Ninguém fala nada sobre isso. Eles querem validar o ranking, porque contratualmente existem obrigações, como direitos de TV"

Ele enfatiza que é preciso dar as mesmas oportunidades a todos e ressalta o caso dos tenistas sul-americanos, que estão no momento barrados de entrar em vários países. "Também existe o problema da contaminação. O que vai acontecer se surgir um caso positivo no meio do torneio? Ninguém sabe ainda".

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva