Notícias | Copa Davis
Fase final da Copa Davis é cancelada pela pandemia
26/06/2020 às 11h06

Madri (Espanha) - Marcada para acontecer entre os dias 23 e 29 de novembro, as finais de Copa Davis de 2020 não acontecerão por causa da pandemia do coronavírus. A organização do torneio anunciou nesta sexta-feira o cancelamento da disputa, indo na direção contrária ao restante do circuito, que se organizou para voltar às competições no dia 14 de agosto.

Segundo destaca o jornal Marca, será a 12ª vez que a Davis não terá um campeão desde sua criação. Realizado pela primeira vez em 1900, o torneio seguiu normal até ser interrompido em 1910. Mais tarde vieram as duas Guerras Mundiais com uma pausa entre 1915 e 1918, e outra entre os anos de 1940 e 1945.

Após três meses analisando os diferentes cenários, tanto a Federação Internacional de Tênis (ITF) quanto o Grupo Kosmos, organizador do evento, consideram que a falta de garantias no controle global do coronavírus acabaram forçando o cancelamento da competição que iria reunir as 18 melhores equipes do mundo em Madri.

“É uma grande decepção para todos nós que as finais da Copa Davis não sejam realizadas em 2020. Não sabemos como a situação se desenvolverá em cada país dos que se qualificaram e tampouco se as restrições na Espanha vão continuar, aumentar ou diminuir. Isso torna impossível prever a situação em novembro e garantir a segurança”, disse Gerard Piqué, um dos organizadores do evento.

Os Estados Unidos dominam a lista de vencedores com 32 conquistas, seguidos pela Austrália com 28 e França e Grã-Bretanha, ambos com 10. A Espanha venceu a última edição do torneio, a primeira com a nova forma de disputa, com classificatório e fase final em um único lugar.

Todos os 18 classificados para as finais de 2020 estão já assegurados para 2021, com a fase decisiva acontecendo entre os dias 22 e 28 de novembro. Os playoffs que definem quem irá poderá brigar por um lugar nas finais da edição seguinte, caso do Brasil, que enfrentará o Líbano fora de casa, deverão acontecer em março ou em setembro.

Comentários