Notícias | Dia a dia
Murray está se educando sobre combate ao racismo
25/06/2020 às 08h20

Londres (Inglaterra) - Durante o período em que ficou afastado das competições, não apenas por causa da pandemia da Covid-19, mas também por conta de lesões, Andy Murray aproveitou o tempo para se dedicar aos estudos e se informar sobre temas relevantes da sociedade atual.

Em meio à onda de protestos contra o racismo, impulsionados após a morte de George Floyd por um policial nos Estados Unidos, Murray buscou informações sobre como contribuir com o movimento Black Lives Matter (Vidas Negras Importam) e ações que ele pode fazer para modificar estruturas historicamente racistas dentro do esporte.

"Estou fazendo de tudo para aprender e entender um pouco mais sobre o movimento Black Lives Matter e o racismo estrutural, e o esporte também não está livre disso", disse Murray, durante entrevista coletiva virtual na última terça-feira, com jornalistas britânicos. Ele está em Londres, disputando a série de exibições 'Battle of Brits', que é promovida por seu irmão, Jamie.

"É um direito humano básico que todos sejam tratados da mesma maneira e com as mesmas oportunidades. Mas estou ciente de que esse obviamente não é o caso agora", ponderou o jogador de 33 anos. "Eu vi outro dia um estudo sobre as posições de liderança nos órgãos dirigentes dos principais esportes da Inglaterra e acho que são apenas três dos 139 cargos são ocupadas por negros".

As falas de Murray são coerentes com seu discurso a favor da igualdade de oportunidades para homens e mulheres no tênis. O britânico já se manifestou diversas vezes a favor da paridade nas premiações dos torneios e defende que elas tenham a chance de atuar como treinadoras ou em cargos de direção. Ele próprio já foi treinado pela francesa Amelie Mauresmo entre 2014 e 2016.

"Assim como o sexismo, o mesmo se aplica ao racismo. Meus sentimentos são os mesmos. Algumas pessoas veem isso como algo radical, eu pessoalmente não. Eu apenas sinto que todos devem ser tratados da mesma forma, não importa o seu sexo, a cor da sua pele, a origem ou sua religião".

Comentários
Loja - camisetas
Arena BTG