Notícias | Dia a dia
Imprensa croata acusa Dimitrov de negligência
23/06/2020 às 15h39

Zadar (Croácia) - Enquanto alguns lamentam a contaminação em massa nos integrantes do Adria Tour e outros aproveitam para criticar ainda mais a ausência de protocolos de segurança na competição, o jornal croata Sportske Novosti saiu por uma terceira vertente, acusando o búlgaro Grigor Dimitrov de negligência.

“Ele ficou mal por dois dias e não quis fazer o teste. Se tivesse informado a tempo que não estava se sentindo bem, o vírus provavelmente não teria se espalhado”, afirmou o jornal croata, que segundo informações de uma fonte próxima aos jogadores, o alarme em Zadar foi acionado pelo menos dois dias antes de Dimitrov voltar para casa.

Já na sexta-feira, durante a partida de exibição "Novak e as Estrelas do Tour", era possível perceber que o búlgaro de 29 anos estava com problemas de saúde. Todos os jogadores participaram da partida por uma hora, mas somente Dimitrov ficou de fora e assistiu da arquibancada na companhia de Donna Vekic. Ele entrou em quadra apenas para o sorteio e para tirar fotos com os jogadores.

“Meu palpite é que a propagação do vírus aconteceu em um jogo de basquete. Havia muitos contatos próximos, jogadores suando e bastante contato entre eles. A certa altura, Dimitrov até 'derrubou’ Djokovic no chão. É impossível descartar que alguém ainda não tenha pegado o vírus”, disse a fonte anônima.

Vale destacar que embora Dimitrov seja o único dos tenistas contaminados a demonstrar sintomas, não podemos afirmar que ele foi o vetor de contaminação, uma vez que não é possível saber se foi ele o primeiro a pegar o coronavírus ou se foi apenas o primeiro, e o único até então, a passar mal por causa da doença.

Comentários
Raquete novo
Suzana Silva