Notícias | Dia a dia
Djokovic comemora US Open e espera relaxamento
18/06/2020 às 11h29

Zadar (Croácia) - Embora seja um dos maiores críticos dos protocolos de segurança divulgados pelo US Open, o sérvio Novak Djokovic comemorou a confirmação do torneio e também a divulgação de um calendário provisório da ATP, que vai até a disputa de Roland Garros. Ele vê com bons olhos a realização do Grand Slam norte-americano e aposta no relaxamento das normas até o evento.

"Estou extremamente feliz e empolgado ao ver que todos os torneios, especialmente Grand Slams, estão organizando seus eventos", disse o sérvio ao podcast Tennis Legends . "Acho que muitas pessoas, inclusive eu, estavam céticas, especialmente em relação aos eventos nos EUA, considerando que foi o país mais afetado nesta pandemia", acrescentou Djokovic.

"As medidas e os regulamentos de hoje são bastante rigorosos, com quarentena a alguns jogadores, especialmente os da América do Sul, não podendo viajar para fora de seus países para ir aos Estados Unidos. Vamos torcer para que nos próximos dois meses algumas dessas restrições diminuam um pouco e que tenhamos um grande e ótimo torneio”, complementou o sérvio.

O número 1 do mundo destacou a importância da volta do circuito, dando assim a oportunidade aos tenistas de voltarem a jogar. "Estamos muito contentes que isso esteja acontecendo; como profissionais de tênis, amamos o esporte, somos apaixonados por ele. Sentimos falta de competir e viajar. Acho que isso é uma notícia muito positiva”, observou o Djokovic.

Com relação a Roland Garros, o sérvio disse estar animado para voltar a Paris. "O torneio mudou para uma data diferente no calendário e estou feliz por eles terem conseguido resolver tudo porque compreendo as complicações e os desafios que estão por trás da organização do torneio. É ótimo que tenhamos um teto na Philippe Chatrier neste ano, são as coisas positivas e estou ansioso", finalizou.

Comentários
Loja - livros
Suzana Silva